Partilhar

Reaccionário com Dois Cês

Ricardo Araújo Pereira

Em Stock



16,90 €

Sinopse

Depois de mais de 40 mil exemplares de A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram Num Bar, chega o novo livro de Ricardo Araújo Pereira.

Quem já o leu, já o ouviu na rádio ou já o viu na televisão (e é difícil que uma das três coisas ainda não tenha acontecido a alguém em Portugal) sabe que uma das grandes causas de Ricardo Araújo Pereira é a liberdade de expressão.

Reaccionário com Dois Cês é sobre isso, mas é também sobre portugalidade, vitórias no Euro, propriazinhas (ou selfies), língua portuguesa, Shakespeare, os justiceiros das redes sociais, a vagina de Marine Le Pen e outras rabugices, num livro que se divide em quatro capítulos:

- Comente o Seguinte País

- Admirável Facebook Novo

- Então mas o Que É Isto?

- Assim Como Nós Não Perdoamos a Quem Nos Tenha Ofendido

Ler mais

Autor

Ricardo Araújo Pereira

Ricardo Araújo Pereira (Lisboa, 1974) é licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, e começou a sua carreira como jornalista no Jornal de Letras. É guionista desde 1998. Em 2003, com Miguel Góis, Zé Diogo Quintela e Tiago Dores, formou o Gato Fedorento. Escreve semanalmente no Expresso (Portugal) e na Folha de S. Paulo (Brasil) e é um dos elementos do Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer (SIC Notícias). É autor e apresentador de Isto É Gozar Com Quem Trabalha (SIC) e do podcast Coisa Que não Edifica nem Destrói (SIC e Expresso). Com a Tintadachina, publicou oito livros de crónicas — Boca do Inferno (2007), Novas Crónicas da Boca do Inferno (Grande Prémio de Crónica APE 2009), A Chama Imensa (2010), Novíssimas Crónicas da Boca do Inferno (2013), Reaccionário com Dois Cês (2017), Estar Vivo Aleija (2018), Idiotas Úteis e Inúteis (2020) e Ideias Concretas Sobre Vagas (2022) —, além dos volumes de Mixórdia de Temáticas, que reúnem os guiões do programa radiofónico, e de um ensaio: A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar (2016, também publicado no Brasil). No Brasil estão ainda publicadas as colectânea Se não Entenderes Eu Conto de Novo, Pá e Estar Vivo Machuca (Tinta-da-china Brasil, 2012 e 2022). Coordena a colecção de Literatura de Humor da Tinta-da-china, que inclui livros de Charles Dickens, Denis Diderot, Jaroslav Hašek, Ivan Gontcharov, Robert Benchley, S.J. Perelman, George Grossmith, José Sesinando, Mark Twain, Campos de Carvalho e Machado de Assis. É o sócio n.º 12 049 do Sport Lisboa e Benfica.


Ler mais