Partilhar

Questões Disputadas Sobre a Alma

São Tomás de Aquino, André Carrilho

5 dias

(il.)

Desconto: 10%
8,91 € 9,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Afirmava Hegel que na Idade Média não há filosofia propriamente dita, mas teologia filosofante. Pretendia assim dizer que é o espírito teológico dos doutores da Igreja que aí se faz conceito e não, como sucederá com a metafísica moderna a partir de Descartes, o espírito filosófico que se cristianiza (com efeito, é a filosofia moderna que é a idade cristã da filosofia como tal). Sem que isso ponha em causa a grandeza do pensamento medieval, da lógica à ontologia, da teologia natural à psicologia racional. Entre os nomes supremos dessa época espiritual sobressai o de Tomás de Aquino, frade dominicano italiano do séc. XIII, figura maior da tradição escolástica e do aristotelismo medievais. O presente livro, como o título o indica, é um tratado de psicologia e resulta da prática das disputationes característica da pedagogia escolástica. Debatidas e escritas durante o ano académico de 1265-66, estas "Questões" constituem a reflexão preparatória e contemporânea da redacção da primeira parte da obra máxima de São Tomás, a Suma teológica, e, pois, uma excelente iniciação ao seu pensamento.

Ler mais

Autor(es)

São Tomás de Aquino

TOMÁS DE AQUINO nasceu em 1224, de uma nobre família napolitana. Ingressou aos vinte anos na Ordem dos Dominicanos. Estudou em Colónia; foi discípulo de Alberto Magno; graduou-se em Paris e leccionou neste cidade e em Itália. Desde 1269 até 1272 desenvolveu intenso labor intelectual em Paris, em contínua polémica com os averroístas e com os franciscanos augustinianos. Faleceu em 1274.

Ler mais

André Carrilho

Ler mais