Partilhar

Desconto: 10%
12,60 € 14,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

"Dulce abriu o portão e entrou com o grupo.
Estavam algumas pessoas a dirigir-se ao edifício, e todas elas tinham uma faixa na cabeça (lembrando as dos sushiman), mas de cores diferentes.
Dulce explicou que a maior parte das pessoas que não estava lá há muito tempo tinha uma faixa verde-tropa, as que adquiriram a confiança do responsável ostentavam uma faixa azul-escura, a família dele (como Dulce) usava uma faixa branca, e apenas Carlos Valverde usava uma de cor preta."

Tudo começou em Paris, no ano de 1980.
Comunidades que defendiam teorias filosóficas começaram por existir apenas em França, depois da morte de Jean-Paule Sartre. Não demorou muito tempo até se propagarem por toda a Europa, com um objetivo de as defender, mas da pior maneira.

Estamos condenados à liberdade» é a frase de Jean-Paul Sartre que anunciava, num folheto, a Comunidade Libertista. Nestas comunidades, propagam-se teorias filosóficas que se defendem da pior maneira. Quando Nicole e Matilde sugerem aos amigos juntarem-se a uma das Comunidades, o que todos aceitam, começa o primeiro dia da fase mais difícil da vida deles. A cada momento a sua liberdade vai-se esgueirando por entre dedos que ficam cada vez mais presos e ligados ao rigor de um exército. Avizinham-se momentos de grande tensão, a clamar por uma importante decisão... do grupo!

Ler mais

Autor

Diana Brígida Correia

Ler mais