Partilhar

Os Crimes de Diogo Alves

Leite Bastos

Em Stock


Desconto: 10%
14,31 € 15,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Contada por um dos pioneiros portugueses do romance policial e de aventuras, esta é a história do terrível facínora que na década de 1830 atormentou Lisboa com a sua arrepiante crueldade.

É uma narrativa chocante, pela violência dos crimes praticados e pelo estado de terror que estes actos impiedosos semearam.

Liderando uma das mais temíveis quadrilhas de malfeitores de que temos memória, Diogo Alves, cujo nome se tornou a lenda negra do Aqueduto das Águas Livres, ficaria tristemente famoso ¿ confirmam-no as crónicas jornalísticas e o clamoroso processo judicial ¿ por ter concebido uma modalidade de assalto inovadora: surpreendendo quem circulava no Aqueduto, silenciava as vítimas lançando-as lá do alto para a calçada.

Este texto de Leite Bastos é o mais completo, esclarecedor e credível dos testemunhos publicados sobre o bandido. É um registo documental de grande valor e a narrativa mais fiável, descontadas as passagens em que o autor deliberadamente ficciona para preencher lacunas, ou para conferir maior expressividade ao relato.

Ler mais

Autor

Leite Bastos

Surpreendentemente, são pouquíssimas as obras (não mais do que meia dúzia e metade delas pouco mais que opúsculos) que desde meados do século XIX e até hoje foram dedicadas à vida e às horríveis façanhas daquele que tem sido classificado como «o mais violento homicida português», «o mais cruel assassino e o maior serial killer que Portugal alguma vez viu», ou «o homem que aterrorizou Lisboa, espalhando violência e morte».


Ler mais