Partilhar

O Mundo Como Vontade e Representação 1.º Vol.

Filosofia

Arthur Schopenhauer

Envio em 10 dias



28,01 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A experiência do mundo de Schopenhauer, impregnada de pessimismo, subjaz à sua reflexão filosófica, que culminou num golpe de génio: O Mundo como Vontade e Representação, publicado em 1819, obra de um homem de trinta anos, ampliado, mais tarde, em 1844, para dois volumes, continua fundeado no porto da filosofia ocidental como um navio-tanque exótico. Deus, o velho capitão do idealismo e do racionalismo, não se encontra aqui em lado nenhum, e a razão, até esse momento incontestado timoneiro dos mares filosóficos, foi aqui degradada a grumete encarregado de esfregar o convés. Na ponte de comando, está um indivíduo desbragado de má reputação, um flibusteiro incansável e apostado, ao mesmo tempo, numa destruição implacável, chamado ‘vontade’. As suas acções não obedecem a nenhum plano e as suas rotas não estão desenhadas em nenhuma carta náutica.

[Da Introdução de Robert Zimmer]

Ler mais

Autor

Arthur Schopenhauer

Arthur Schopenhauer foi um filósofo alemão de origem polaca do século XIX. Desenvolveu um sistema metafísico e ético que foi descrito como uma manifestação exemplar do pessimismo filosófico.
Foi um dos primeiros pensadores da filosofia ocidental a partilhar e afirmar princípios significativos da filosofia oriental, tendo inicialmente chegado a conclusões semelhantes como resultado do seu próprio trabalho filosófico.

Embora o seu trabalho não tenha atraído uma atenção significativa ao longo da sua vida, Schopenhauer teve um impacto póstumo em várias disciplinas, incluindo na filosofia, na literatura e na ciência.
A Arte de Vencer uma Discussão sem Precisar de ter Razão é amplamente reconhecida como uma das suas melhores obras mas nunca chegou a ser publicada integralmente durante a vida do autor, mas foi descoberta nos seus pertences pessoais e tornada pública após a sua morte.


Ler mais