Partilhar

O Jogo das Contas de Vidro

Hermann Hesse

Sujeito a confirmação por parte da editora

Desconto: 10%
19,71 € 21,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Utopia situada no século XXIII, «O Jogo das Contas de Vidro» descreve uma comunidade mítica em que uma elite intelectual condensa todo o conhecimento disponível da matemática, música, ciência e arte num jogo elaboradamente codificado que define os valores da sociedade: o Jogo das Contas de Vidro. Joseph Knecht, chefe supremo desta Ordem espiritual dedicada à procura do saber e do conhecimento absolutos, leva uma vida de constante autoconhecimento e de boas ações baseadas na negação dos excessos. Ao fim de anos, no entanto, acabará por notar a contradição existente entre a imobilidade do mundo que conhece e a fluidez do universo exterior. E a contradição resolver-se-á mediante uma decisão em que ele joga, de forma radical, a sua própria vida.

Ler mais

Autor

Hermann Hesse

Hermann Hesse (1877-1962), Prémio Nobel de Literatura em 1946, nasceu em Calw na Alemanha. Filho de missionários protestantes, cedo entra em choque com os pais, que queriam o filho pastor; não se submete à disciplina da escola e foge para a Suíça onde adquire a nacionalidade Suiça em 1923. O jovem escritor casa-se, mas continua revoltado contra o meio burguês e as convenções sociais - como se lê em Gertrud (1910). Muda-se para a Índia e conhece o budismo, que adoptaria pelo resto da vida. Após o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914, inicia-se em actividades contra o militarismo alemão. Em 1919, publica Demian, influenciado pelas ideias do psicanalista Carl G. Jung. Sem encontrar a solução para seus problemas na Índia, conta a história de sua vida em O Lobo da Estepe (1927). Em 1943, publica O Jogo das Contas de Vidro, romance utópico, situado no ano de 2200. É considerado um dos maiores escritores deste século, igualando-se a contemporâneos ilustres como Thomas Mann e Franz Kafka.

Ler mais