Partilhar

O Fantasma no Palácios dos Engenheiros

Ivan Turguénev, Ivan Búnin

Em Stock



Desconto: 10%
15,21 € 16,90 €

Sinopse

Uma antologia invulgar que pretende demonstrar a riqueza do conto russo com textos inéditos.
A Literatura russa tem uma riqueza e uma variedade que são, em grande parte, desconhecidos no Ocidente. Conhecem-se essencialmente meia dúzia de nomes. Esta antologia pretende colmatar essa lacuna.

Juntando alguns nomes de grande reconhecimento como o prémio Nobel Ivan Bunin, Aleksandr Kuprin, ou Turgenev, com outros nomes grandes da literatura russa que, no entanto, não estão suficientemente divulgados fora do universo das letras russas: Aleksrandr Blok, Saltykov-Shchedrin, Nikolai Lesskov, Yuri Tynianov, Wladimir Korolenko Fiodor Sologub ou Arkadii Averchenko.

Desta forma traça-se a evolução do conto russo desde meados do século XIX até aos primórdios do século XX dando a conhecer ao leitor português uma paisagem literária pouco conhecida.

Ler mais

Autor(es)

Ivan Turguénev

Ivan Turguenév nasceu em Orel, no Império Russo, a 9 de Novembro de 1818. A sua obra-prima, Pais e Filhos, é considerada uma das grandes marcas do século XIX. Aos 25 anos, com a publicação de Parasha obteve, pela primeira vez, a atenção da crítica. Com os romances Rudin, Gnedo, Dvorianskoe e Nakanune, deixa a sua marca literária com o mérito de ter sido o primeiro escritor russo com reconhecimento considerável na Europa Ocidental. É também conhecido como o inventor do termo nihilista, que aplicou ao protagonista do romance Ottsy I Deti e que acabou por chegar aos nossos dias com o significado de ausência de sentido, finalidade ou resposta, aplicado a áreas tão diversas como a arte, as ciências humanas, a literatura, a ética ou a moral. Em 1862, na sequência da publicação de Ottsy I Deti e da controvérsia à sua volta gerada, abandona a Rússia e, após passagens pela Alemanha e Inglaterra, estabelece-se em Bougival, arredores de Paris, onde acabaria por morrer a 3 de Setembro de 1883.

Ler mais

Ivan Búnin

Ler mais