Partilhar

Desconto: 10%
19,90 € 22,10 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A única coisa que fazemos em permanência ao longo da vida, tanto na esfera pessoal como na profissional, é comunicar. E a forma como o fazemos determina muito do que alcançamos ou perdemos, da relevância ou da mediania do que fazemos.

Recorrendo à sua experiência e convocando histórias e vivências relevantes de terceiros, João Gabriel guia-nos numa viagem fascinante por memórias de diferentes geografias, épocas e protagonistas. Porque cada um, à sua maneira, deixou um legado único em que a comunicação foi a peça chave.

Mantenham-se Loucos e Famintos é um livro que nos desafia a melhorar e a arriscar, que nos incentiva a não desistir, que nos ensina que não há dificuldades ou obstáculos insuperáveis. Atreva-se a fazer esta viagem com um dos mais experientes e conceituados profissionais e entenda a comunicação como ela nunca foi até hoje explicada.

Ler mais

Autor

João Gabriel

João Gabriel nasceu em Outubro de 1965. Frequentou a Faculdade de Direito de Lisboa, não chegando, porém, a completar o curso. Com o surgimento da TSF, deixa-se seduzir pelo jornalismo e é na telefonia sem fios, fundada por Emídio Rangel, que iria viver alguns dos momentos mais marcantes da sua vida profissional. Foi o primeiro jornalista ocidental a entrar, de forma clandestina, em Timor-Leste, depois do massacre de Santa Cruz, em 1991. Foi um dos primeiros repórteres a envolver-se na guerra das Balcãs, onde andou à aventura nos vários centros da crise testemunhando o princípio do fim da velha Jugoslávia de Tito. Ganhou, em 1992, o prémio Gazeta de Jornalismo, com um trabalho inédito sobre a guerrilha peruana, Sendero Luminoso, e os dias agitados de um país mergulhado na ditadura constitucional de Fujimori. Viveu os primeiros anos da SIC, onde assina mais uma reportagem premiada: "As superstições no futebol". Produz na TVI, em 1994, oito biografias políticas, entre as quais merece destaque o documentário dedicado a Álvaro Cunhal. Em 1995, abandona o jornalismo para participar na primeira campanha eleitoral de Jorge Sampaio para a Presidência da República. O convite para continuar a colaborar com Sampaio como seu assessor de imprensa surge após a vitória. Foram 10 anos na primeira linha da vida política portuguesa.

Ler mais