Partilhar

Eugénie de Franval

Variações

Marquês de Sade

Em Stock



Desconto: 20%
11,12 € 13,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A extraordinária novela na qual Sade explora os efeitos nefastos da sua própria filosofia.
Um homem planeia a vingança mais terrível contra a esposa que odeia.
A educação da filha de ambos está a cargo do homem que faz uma experiência educacional: como se desenvolverá uma jovem educada sem princípios morais e ética? Sem os filtros que a sociedade coloca à expressão da sexualidade e do desejo?
Numa das suas mais famosas novelas, Sade põe em causa os efeitos nefastos da sua própria filosofia. A preocupação de Sade não se foca no incesto ou na amoralidade, a sua mensagem está em como é possível subverter a amoralidade de forma imoral.
Adaptada por várias vezes ao grande ecrã, esta novela do mestre da proocação é um dos textos mais literáriamente conseguidos da sua obra, agora republicada numa tradução primorosa de Pedro Tamen.

«Sade é, essencialmente, um feminista.» Angela Carter

«A capa da ficção e a sexualidade são os mecanismos usados por Sade para estabelecer um sistema filosófico coerente com todo o pensamento Iluminista.» Theodor Adorno

«A única forma de ler Sade é seguir o que é transversal na sua obra: a subversão e a imoralidade são a resposta satírica a cada um dos grandes pensadores europeus do seu tempo.» Camille Paglia

«Aqui Sade apresenta-nos uma história moral sobre a amoralidade que sempre defendeu.» Susan Sontag

Ler mais

Amostra

Autor

Marquês de Sade

Escritor francês (1740-1814), a sua obra só viria a ser revalorizada no início do século, com Apollinaire e os surrealistas. Em Sade, o Surrealismo descobriu o reivindicador de uma liberdade total face à sociedade. De salientar os romances Cent Vingt Journées de Sodome (Cento e Vinte Dias de Sodoma, 1782-1785), Justine ou les Malheurs de la vertue (Justina ou as Infelicidades da Virtude, 1791), Philosophie dans le Boudoir (1795) e L'Histoire de Juliette et sa sœur (1797), em que às cenas de libertinagem se assimila uma peculiar forma de reflexão filosófica.

Ler mais