Partilhar

Envelhecimento Ativo: processo sociocultural

Zaida Azeredo

2 dias

(coord.)


Desconto: 10%
11,45 € 12,72 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O envelhecimento demográfico é um acontecimento que diz respeito a toda a população mundial, pelo que ninguém poderá ficar indiferente a este fenómeno que começa com o nascimento e termina com a morte. Dando continuidade ao livro editado no ano anterior sobre Envelhecimento, cultura e cidadania a RECI (Research Unit in Community Intervention) e, consciente do seu papel contributivo para uma sociedade de conhecimento, edita, através das Edições Piaget, um novo livro intitulado Envelhecimento Ativo: Processo Sociocultural. Com a edição deste último livro, pretende-se chamar a atenção para a necessidade de se repensar a forma de envelhecer, uma vez que as suas consequências menos agradáveis podem ser adiadas através de comportamentos salutogéneos, entendidos na sua globalidade (bio-psico-social e espiritual). Sendo a RECI como Unidade multidisciplinar e multiprofissional, produziu um livro abordando as várias vertentes que constituem o ser humano. A introdução é feita pelo Doutor Cabral Pinto que nos insere na leitura de cada capítulo, fazendo-nos também meditar sobre a sua relevância. Assim podemos dividir os capítulos deste livro em dois grupos: um primeiro que versa: a maturidade humana e sua transcendência (Doutor Paulo Alves); a ética no cuidar (Dr. Vítor Fragoso) ou o respeito pelo ser humano e em especial pelo ser idoso fragilizado (Doutor Carlos Laranjeira); a importância da cidadania no envelhecimento e responsabilidade da sociedade perante a pessoa idosa (Doutora Zaida Azeredo) bem como a importância da comunicação e do combate a estereótipos impeditivos de uma maior participação dos idosos na sociedade (Doutoras Patrícia Nogueira e Inês Tello Rodrigues). O segundo grupo é mais dedicado ao exercício físico e de que forma ele pode influenciar o envelhecimento ativo. Assim os Doutores Pedro Mendes, André Ramalho e Rui Paulo escrevem sobre o relevante papel do exercício físico no desenvolvimento do cérebro, enquanto as doutoras Danielle Vieira, Carla Afonso e Mª Paula Mota fazem uma revisão sistemática da sua importância no idoso com Demência de Alzheimer e os Doutores Jaime Ribeiro, Marco Batista e Samuel Honório se dedicam à prática do exercício físico dirigido para pessoas com comprometimento cognitivo. Já de carácter mais empírico são apresentados pelo Doutor Delfim Ribeiro alguns princípios técnicos e metodológicos etnográficos da Gerontomotricidade bem como resultados de um inquérito de opinião sobre o medo de envelhecer dirigido à população da autoria das Doutoras Zaida Azeredo e Assunção Nogueira. A temática do envelhecimento e do idoso é muito atual, havendo muito ainda a descobrir quer na vertente biológica, quer na vertente relacional. As novas descobertas levam à necessidade de mais formação dos profissionais e a uma educação diferente do cidadão. Com a edição de livros sobre esta temática os membros da RECI pensam estar.

Ler mais

Autor

Zaida Azeredo

Ler mais