Partilhar

As Humanidades, os Estudos Culturais, o Ensino da Literatura e a Política da Língua Portuguesa

Fora de Coleção

Vítor Manuel de Aguiar e Silva

Indisponível


Desconto: 10%
25,11 € 27,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O estudo da literatura está seriamente posto em causa, desde há décadas, pela sistemática erosão dos conceitos de arte, de estética e de beleza.
As HUMANIDADES são saberes disciplinares ensinados e cultivados nas Escolas, desde o Ensino Básico até à Universidade, que se têm constituído ao longo dos séculos e que têm como objecto de estudo o homem enquanto animal que fala, que escreve, que se exprime e comunica através de textos orais e de textos escritos, assim criando mitos, religiões, poemas, narrativas, leis, ordenamentos políticos, sistemas filosóficos, teorias científicas, etc., que consubstanciam as civilizações e as culturas. As Humanidades são, por isso mesmo, saberes indissociáveis da memória histórica do homem e saberes cuja teoria e cuja prática são fundamentais na construção do presente e do futuro. Esta obra é uma reflexão preocupada, mas não pessimista, sobre a relevância do ensino das Humanidades num mundo e em Escolas em transformação profunda e célere. Uma reflexão, como diz o título do capítulo 1, contra os cépticos e contra os dogmáticos.

Índice

1. Pequena Apologia das Humanidades: Contra os cépticos e contra os dogmáticos
2. Reflexões tempestivas sobre a crise das Humanidades
3. As Humanidades e a cultura pós-moderna
4. Sobre o regresso à Filologia
5. Genealogias, lógicas e horizontes dos Estudos Culturais
6. Horizontes de uma nova interdisciplinaridade entre os Estudos Literários e os Estudos Linguísticos
7. Língua materna e sucesso educativo
8. O texto literário e o ensino da língua materna
9. Teorização literária
10. Teses sobre o ensino do texto literário na aula de Português
11. As relações entre a Teoria da Literatura e a Didáctica da Literatura: Filtros, máscaras e torniquetes
12. A ´leitura` de Deus e as leituras dos homens
13. Texto e contexto na história literária
14. Variações sobre o cânone literário
15. O «naufrágio» de Os Lusíadas no ensino secundário
16. A poesia no ensino
17. Os programas de Literatura Portuguesa no ensino secundário
18. Portugal, país de poetas? Revisitação da poesia dos séculos XVII, XVIII e XIX
19. Contributos para uma política da língua portuguesa
20. Ilusões e desilusões sobre a política da língua portuguesa
21. Da língua na política à política da língua
22. A minha língua é Portugal

Tábua de procedência dos ensaios
índice onomástico

Ler mais

Autor

Vítor Manuel de Aguiar e Silva

Vítor Aguiar e Silva (n.1939) foi professor catedrático da Universidade de Coimbra e, desde 1989, da Universidade do Minho. Tem consagrado a sua actividade de ensino e de investigação à Teoria da Literatura, aos Estudos Camonianos e à Literatura Portuguesa do Maneirismo, do Barroco e do Modernismo. As questões do ensino da Literatura e da política da Língua Portuguesa têm-lhe merecido particular atenção. As suas obras têm sido distinguidas com os mais prestigiosos prémios (Grande Prémio de Ensaio da APE, Prémio Vergílio Ferreira da Universidade de Évora, Prémio D. Dinis, Prémio Vida Literária, Grande Prémio de Ensaio E. Prado Coelho).

Ler mais