Partilhar

Desconto: 10%
13,05 € 14,50 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Mais não somos que o eco de outrem e reconstruímo-lo de modo a que tenha uma lógica interna, um princípio, um meio e um fim. Fui publicando alguns posts, menores e maiores, que não tinham diretamente a ver com a Covid, antes com a vida de uma mulher imaginária durante a epidemia. E depois, sem eu perceber bem como nem porquê, essa mulher passou a viver comigo 24 horas por dia e a única hipótese de a calar era contar a história dela.

Excerto de Notas Finais

por Maria Manuel Viana, Julho de 2020

Ler mais

Autor

Maria Manuel Viana

Maria Manuel Viana nasceu na Figueira da Foz, em 1955. Estudou Filologia Românica, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Foi professora do ensino secundário durante 35 anos, na Figueira da Foz, em Castelo Branco e em Lisboa. Em Castelo Branco, foi coordenadora do Centro de Área Educativa, presidente da Comissão Distrital de Protecção de Menores, candidata a deputada pelo Partido Socialista, vereadora da cultura e coordenadora do Gabinete para a Igualdade. Escreveu os romances A Paixão de Ana B. (2002, ed. Alma Azul), A Dupla Vida de Mª João (2006, ed. Teorema), Damas, Ases e Valetes (com Ana Benavente) (2007, ed. Teorema), O Verão de todos os silêncios, (2011, ed. Planeta), Teoria dos limites (2014, ed. Teodolito), A geografia do mundo (2015, ed. Alambique). Traduziu dois Prémios Nacionais da Crítica de Espanha, O dia de amanhã de Ignacio Martínez de Pisón e A filha do Leste, de Clara Usón, e Os belos dias de Aranjuez, de Peter Hanke.

Ler mais