Partilhar

Angola, Missão (Im)Possível

José Francisco Rica

Em Stock


Desconto: 10%
14,31 € 15,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O autor fez parte do Batalhão de Artilharia 6221/74, que, na sequência da Revolução do 25 de Abril de 1974, se deslocou a Angola para assegurar o processo de descolonização até à independência na sequência dos Acordos de Alvor, que reuniu o Estado português e os Movimentos de Libertação.

Foi este batalhão, mal preparado e com diretivas pouco concretas, que se veio a confrontar com os múltiplos problemas da descolonização e que constituiu a Força de Integração de paz que deveria gerir a beligerância dos três Movimentos então em presença: o MPLA, a UNITA e a FNLA. Foca também a ponte aérea que se estabeleceu entre Angola e Portugal para o transporte dos milhares de portugueses que então regressaram à metrópole.

O livro conta ainda com inúmeros documentos e fotografias da época, além de prefácios do general Joaquim Chito Rodrigues, general Pedro Pezarat Correia e Miguel Pessoa, militar miliciano daquele batalhão.

Ler mais

Autor

José Francisco Rica

José Francisco Rica, nasceu na cidade de Lamego, onde passou a sua infância e juventude. 

Posteriormente, a residir na cidade do Porto, começou a desenvolver uma série de atividades culturais, donde se destacam os seus trabalhos literários, a pintura e fotografia, com convites para se apresentar em espaços diversos de grande referência.

Depois de uma passagem por jornais, revistas e alguma atividade como letrista, é nos livros que se tem destacado com obras publicadas por conceituadas editoras, na área da poesia e contos infantis e juvenis, participando em sessões de dinamização em escolas, um pouco por todo o país estrangeiro.

Referente à vida militar, iniciou a sua carreira em 1974 a servir o exército português, como miliciano. Depois de ter passado por diversos quarteis pelo continente e Ilhas, foi mobilizado para Angola em maio de 1975, onde permaneceu até à Independência deste país.

Após alguma insistência de família e camaradas de armas, em 2020 decidiu escrever este livro, muito centralizado nos acontecimentos vividos em Angola como elemento das F. I. (Força de Integração), na sequência da Cimeira então realizada em Alvor que deu origem ao “Acordo do Alvor”, onde se acordou a formação de um exército único.


Ler mais