Partilhar

A Planície em Chamas

Juan Rulfo

Em Stock


Desconto: 25%
11,62 € 15,49 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Em 2017, celebra-se em todo o mundo o centenário do nascimento de Juan Rulfo.

Em 1953, dois anos antes de Pedro Páramo, com o qual obteria a consagração internacional como um dos escritores mais influentes do século XX e da literatura de língua espanhola, Juan Rulfo publica esta sua primeira obra, um volume de contos. Desde logo, a novidade da sua prosa impressiona e desperta a atenção, nomeadamente pela profundidade das personagens, onde camponeses que lutam pela subsistência, caciques brutais e revolucionários sanguinários se cruzam e coexistem num cenário árido e pobre, carregado de solidão, violência e morte.

«A descoberta de Juan Rulfo - tal como a de Franz Kafka - será, sem dúvida, um capítulo essencial das minhas memórias (...). Não são muito mais de 300 páginas, mas são quase tantas, e creio que tão perduráveis, como aquelas que conhecemos de Sófocles.» -Gabriel García Márquez, Prémio Nobel de Literatura.

Uma obra fundamental e intemporal da língua hispânica e da literatura universal: um verdadeiro clássico moderno. Influenciou de forma decisiva autores distinguidos com o Prémio Nobel de Literatura, como Gabriel García Márquez e Octávio Paz.

Ler mais

Autor

Juan Rulfo

Juan Rulfo nasceu em 1917 e faleceu em 1986. Escritor e fotógrafo, cresceu num internato em Guadalajara. Devido a uma greve, não pôde ingressar na Universidade de Guadalajara, transferindo-se, então, para a da Cidade do México, onde frequentou livremente, como ouvinte, os cursos de História de Arte da Faculdade de Filosofia e de Letras da Universidade Nacional.
Vencedor do Prémio Nacional de Literatura, em 1970, Juan Rulfo é hoje reconhecido como um dos escritores mais importantes de língua espanhola, com obra traduzida em mais de 40 línguas. Conquistou esse estatuto com apenas três obras: A Planície em Chamas (contos, 1953); Pedro Páramo (romance, 1955) e O Galo de Ouro (novela, 1980).

Ler mais