Partilhar

Travessia de Verão

Truman Capote

Em Stock


Desconto: 20%
10,32 € 12,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Em 1966, Truman Capote, muito enriquecido graças à recente publicação de A Sangue-Frio, abandonou o seu humilde apartamento em Brooklyn, juntamente com o seu recheio - que incluía uma caixa de documentos que o porteiro salvou da beira do passeio. No final de 2004, este tesouro de documentos de Capote foi a leilão na Sotheby's. No conjunto, estavam incluídos quatro cadernos de escola que continham o manuscrito de Travessia de Verão, romance que Capote começou a escrever em 1943, e que acabou por deixar de lado quando as suas atenções se voltaram para aquilo que seria a sua espectacular estreia literária, Outras Vozes, Outros Quartos. (No entanto, Capote continuaria a retocar Travessia de Verão intermitentemente durante dez anos até o pôr de lado definitivamente.) Desde a sua morte em 1984, que os estudiosos e biógrafos de Capote davam o manuscrito como perdido, e para sempre. A noção de amor e de juventude tenaz está mais que viva na espantosa história que encerra este manuscrito esquecido. Passado em Nova Iorque, logo a seguir à Segunda Guerra Mundial, Travessia de Verão é a história de uma jovem abastada e descontraída, Grady McNeil, que os pais deixam por sua conta no apartamento com terraço de família na Fifth Avenue durante todo o Verão. Largada à sua sorte, Grady deixa subir a temperatura no caso secreto que anda a ter com um judeu nativo de Brooklyn, veterano de guerra, que trabalha como vigilante de um parque de estacionamento. À medida que a estação passa, o romance torna-se mais sério e moralmente ambíguo, e Grady acaba por ter de tomar uma série de decisões que irão afectar para sempre a sua vida e as vidas de toda a gente em seu redor.

Ler mais

Autor

Truman Capote

Truman Capote Escritor norte-americano nascido em 1924, em Nova Orleães, e falecido em 1984. Oriundo de uma família de origem espanhola, viveu no Alabama e concluiu os seus estudos médios em Nova Iorque. Após ter iniciado colaboração em revistas, publicou o seu primeiro romance, Other Voices, Other Rooms, em 1948. Membro do Instituto Nacional das Artes e Letras, recebeu diversas distinções, entre as quais o Prémio Memorial O. Henry de 1946, 1948 e 1951, e o Prémio de Escrita Criativa do Instituto Nacional de Artes e Letras, em 1959.
Publicou uma vasta obra, destacando-se Local Color (ensaio, 1950), The Grass Harp (romance, 1951), Breakfast at Tiffany's (contos, 1958) e Then It All Came Down (romance, 1976). Sobre o seu romance publicado em 1964, In Cold Blood (A Sangue Frio), Bennett Miller realizou Capote, um filme que valeu a Philip Seymour Hoffman, actor que vestiu a pele do escritor, vários prémios, nomeadamente o Óscar de Melhor Actor Principal.

Ler mais