Partilhar

Somos Todos Canibais

Claude Lévi-Strauss

2 dias

Desconto: 10%
12,60 € 14,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Este livro reúne um conjunto de dezasseis textos escritos por Claude Lévi-Strauss entre 1989 e 2000 a pedido do jornal italiano La Repubblica, onde foram originalmente publicados. Quer se trate da epidemia chamada das vacas loucas, de formas de canibalismo (alimentar ou terapêutico), de preconceitos racistas ligados a práticas rituais (a excisão ou mesmo a circuncisão), o etnólogo incita-nos a compreender os factos sociais que se desenrolam sob os nossos olhos evocando a obra de Montaigne, um dos momentos fundadores da modernidade ocidental: «Cada qual chama barbárie ao que não está nos seus costumes». 

Nestas crónicas, que trazem o cunho dos últimos anos do século XX, encontramos a lucidez e o pessimismo tónico do grande antropólogo que foi Lévi-Strauss. 

A abrir o volume, um texto escrito em 1952: O Pai Natal supliciado.

Ler mais

Autor

Claude Lévi-Strauss

CLAUDE LÉVI-STRAUSS (Bruxelas, 1908 - Paris, 2009), de formação filosófica, foi antropólogo, professor e filósofo, considerado o fundador da Antropologia Estruturalista, em meados da década de 1950. A extensão do seu trabalho, a profundidade das suas análises, a importância do seu ensino (École Pratique des Hautes Études; Collège de France, durante 30 anos; e ainda professor de Sociologia na Universidade de São Paulo, Brasil, de 1935 a 1939), sem esquecer o clássico da escrita (Tristes Trópicos tem algumas das mais belas páginas da literatura francesa), fazem de Lévi-Strauss um dos mais influentes intelectuais franceses do nosso tempo.

Ler mais