Partilhar

So Much Longing in So Little Space

Karl Ove Knausgard

5 dias


Desconto: 10%
18,00 € 20,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Karl Ove Knausgaard on the artist Edvard Munch, and how we experience the world through art

In So Much Longing in So Little Space, Karl Ove Knausgaard explores the life and work of Edvard Munch. Setting out to understand the enduring power of Munch’s painting, Knausgaard reflects on the essence of creativity, on choosing to be an artist, experiencing the world through art and its influence on his own writing.

As co-curator of a major new exhibition of Munch's work in Oslo, Knausgaard visits the landscapes that inspired him, and speaks with contemporary artists, including Vanessa Baird and Anselm Kiefer.

Bringing together art history, biography and memoir, and drawing on ideas of truth, originality and memory, So Much Longing in So Little Space is a brilliant and personal examination of the legacy of one of the world’s most iconic painters, and a meditation on art itself.

Ler mais

Autor

Karl Ove Knausgard

Karl Ove Knausgård nasceu em Oslo, na Noruega, a 6 de Dezembro de 1968 e cresceu em Tromøya e em Kristiansand. Estudou Artes e Literatura na Universidade de Bergen.
Publicou o seu primeiro romance aos 30 anos, Ute av verden, que recebeu o Prémio da Crítica Literária Norueguesa, nunca antes atribuído a uma primeira obra.
No seu segundo romance, En tid for alt (2004), rescreveu fragmentos da Bíblia. O livro foi considerado pelo The New York Review of Books «estranho, irregular e maravilhoso».
No Outono de 2009, Knausgård iniciou um projecto literário singular, a obra autobiográfica A Minha Luta, composta por seis extensos volumes. Com ela obteve vários prémios no seu país, recebeu elogios de escritores e críticos e conquistou centenas de milhares de leitores nas muitas línguas para que foi traduzida.
A Morte do Pai, primeiro volume da série, foi escrito uma década depois de o pai de Karl Ove Knausgård morrer alcoolizado. O autor deambula entre as dúvidas do seu talento, as frustrações actuais e passadas, a descoberta do sexo e do álcool, «essa bebida mágica», e as inseguranças da adolescência e da paternidade.
É o início de uma exploração proustiana do passado e da procura das partículas elementares da sua vida. Knausgård publicou uma colecção de ensaios, Sjelens Amerika, e, em Setembro de 2013, adaptou para cinema o seu romance Ute av verden. Criou, entretanto, uma pequena editora.
Vive actualmente em Österlen, na Suécia, em companhia da escritora Linda Boström Knausgård e dos seus quatro filhos.

Ler mais