Partilhar

Precários em Portugal - entre a fábrica e o "call center"

Le Monde Diplomatique

Organização: Rahul Kumar, José Nuno Matos, Nuno Domingos

Disponibilidade Imediata

Desconto: 10%
7,11 € 7,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Prosseguindo a prática do jornalismo crítico que caracteriza o Le Monde diplomatique, esta colecção apresenta obras de síntese sobre ternas da actualidade social, política e económica, nacional e internacional. Reunindo artigos publicados no jornal e textos inéditos, a colecção procura oferecer ao leitor conhecimentos e reflexões fundamentais para o desenvolvimento de uma perspectiva informada sobre as sociedades contemporâneas.

Em 2010, Portugal era o terceiro país da União Europeia com maior índice de precariedade laboral. Cerca de 23,2% dos trabalhadores por conta de outrem estavam ligados à sua entidade patronal por um contrato a termo ou por outro tipo de vínculo precário. Ao longo deste livro focam-se diversos casos que reflectem uma realidade que se impôs progressivamente nas mais diversas esferas laborais, da fábrica ao call center, do trabalho doméstico aos centros comerciais. Mais do que um mero reflexo de uma «batalha entre gerações», apresentamos aqui um conjunto de investigações que procuram interpretar o fenómeno da precariedade no quadro da evolução das relações de trabalho no nosso país.

Ler mais

Autor(es)

Rahul Kumar

Rahul Kumar, licenciado em Sociologia pela FCSH-UNL, é doutorando em sociologia no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL). Tem desenvolvido as suas actividades de investigação no terreno da cultura popular, dos media, do desporto e das migrações

Ler mais

José Nuno Matos

José Nuno Matos, licenciado e mestre em Ciência Política pelo ISCSP-UTL, é doutorando em sociologia no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL). Tem dedicado os seus estudos às questões do trabalho precário, do sindicalismo e dos movimentos sociais.

Ler mais

Nuno Domingos

NUNO DOMINGOS é licenciado em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, mestre em Sociologia Histórica pela mesma instituição e doutorado em Antropologia Social pela School of Oriental and African Studies (SOAS) da Universidade de Londres, com uma tese intitulada Football in Colonial Lourenço Marques: Bodily Practices and Social Rituals (2009). Durante vários anos leccionou no departamento de Sociologia da FCSH/UNL. É actualmente pós-doutorando do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, em parceria com o Food Centre da SOAS, Universidade de Londres. Publicou em 2007 A Ópera do Trindade: o papel da Companhia Portuguesa de Ópera na Política Social do Estado Novo, Lisboa, Lua de Papel/Inet. Os seus interesses de pesquisa actual situam-se em áreas diversas, que percorrem os estudos coloniais, as pesquisas sobre o corpo, as práticas culturais e os lazeres, e a antropologia da alimentação.

Ler mais