Partilhar

Papéis de Jornal

António Mega Ferreira


Versão em Ebook

Ebook Adobe Digital Editions
Instruções de funcionamento



Desconto: 10%
9,00 € 10,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

"Estas coisas têm o seu tempo: para reunir uma seleção de crónicas publicadas regularmente em jornais ou produtos comunicacionais afins (isto é, em suporte papel), é preciso que uma certa distância se crie entre o autor e as suas prosas. Uma coisa é escrever pressionado por uma data-limite, no quadro restrito de um certo espaço que lhe é dado, em circunstâncias que, muitas vezes, remetem para um presente imediato; outra, bem diferente, é sujeitar o material a um olhar mais aguçado, retendo, de tudo o que se publicou, aquilo que foi capaz de sobreviver aos condicionalismos de momento, dando ao autor e do autor uma imagem transversal dos seus interesses, das suas opiniões, dos seus gostos, enfim. Consequentemente, a balança (o balanço?) deste livro pende para as disciplinas artísticas, com relevo particular e quase inevitável para a literatura. É um retrato-robot dos meus interesses maiores, por isso, este Papéis de jornal. E, para reforçar o caráter não-circunstancial dos textos agora publicados em livro, datei-os não por dia de publicação, mas pelo momento em que foram escritos. É mais verdadeiro. É mais revelador do estado de espírito em que os escrevi. Não é um journal littéraire («esse projecto ideal de qualquer escritor», como digo numa das últimas crónicas recolhidas neste livro), porque não foi escrito como tal, nem contém anotações de momento, reflexões pessoais autónomas, registo telegráfico de pequenas cintilações; mas pode ser lido como uma espécie de «gazeta literária» pessoal e fragmentária destes anos que assinalam a primeira década do século XXI."

Ver por dentro:

Ler mais

Autor

António Mega Ferreira

António Mega Ferreira, escritor, gestor e jornalista, nasceu em Lisboa em 1949. Estudou Direito e Comunicação Social, foi jornalista no Jornal Novo, no Expresso, em O Jornal e na RTP, onde chefiou a redacção da Informação do segundo canal. Foi chefe de redacção do JL — Jornal de Letras, Artes e Ideias. Fundou as revistas Ler e Oceanos. Chefiou a candidatura de Lisboa à Expo’98, de que foi comissário executivo. Foi presidente da Parque Expo, do Oceanário de Lisboa e da Atlântico, Pavilhão Multiusos de Lisboa. S.A. De 2006 a 2012, presidiu à Fundação Centro Cultural de Belém. De 2013 a 2019, desempenhou as funções de director executivo da AMEC/Metropolitana.

Tem cerca de 40 obras publicadas, entre ficção, ensaio, poesia e crónicas.

Ler mais