Partilhar

Obra Perfeitamente Incompleta

José Sesinando

Em Stock


Desconto: 10%
20,61 € 22,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A irreverência de José Sesinando, ausente das livrarias há duas décadas, regressa agora, na Colecção de Literatura de Humor de Ricardo Araújo Pereira.
Edição e prefácio de Abel Barros Baptista e Luísa Costa Gomes.

Trocadilhos, aforismos, paródia, troça, variações literárias, inteligência e, acima de tudo, um exercício radical de liberdade criativa – José Sesinando foi um caso único do humor em língua portuguesa, marcou a sua própria geração e as que lhe sucederam, e tornou-se quase um mito, alimentado pela sua prolongada ausência das livrarias. Obra Perfeitamente Incompleta reúne num único volume os livros Obra Ântuma, Heteropsicografia e Olha, Daisy, oferecendo de novo aos leitores uma verve humorística muito singular, que esteve indisponível por demasiado tempo.
Opinião da crítica, ou seja , de José Sesinando: «Cadência fortemente sugestiva, encadeamento complexo das imagens, autêntico sortilégio verbal, riqueza expressiva reveladora de uma vincada personalidade — nada disso, infelizmente, se encontra na obra de José Sesinando.»
«Esta obra de José Sesinando ficará assinalando, como um marco geodésico, um momento da literatura portuguesa. Um momento péssimo.»

Ler mais

Autor

José Sesinando

José Sesinando é o pseudónimo de José Palla e Carmo (1923-1995), escritor, crítico literário, ensaísta e tradutor. Formado em Direito na Universidade de Lisboa, Palla e Carmo nunca exerceu advocacia e manteve sempre actividade literária: foi co-fundador do PEN Clube Português (que dirigiu entre 1979 e 1984), membro da Comissão Cultural Literária da APE (1974-76), e escreveu para vários jornais e revistas, nomeadamente o Jornal de Letras, onde manteve a célebre coluna «Escrituralismo», e as revistas Almanaque e O Tempo e o Modo. Especialista em literatura anglófona, traduziu Ezra Pound, William Carlos Williams, T.S. Eliot, John Osborne, H.G. Wells e Somerset Maugham. Enquanto José Sesinando, nome que usava apenas para assinar os textos de humor, publicou, entre outros, os livros Olha, Daisy: 50 variações sobre um soneto já antigo, Heteropsicografia: 65 variações sobre a Autopsicografia de Fernando Pessoa e Obra Ântuma, o livro de culto que reúne os textos dos jornais.

Ler mais