Partilhar

O Médico e o Monstro - The strange case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde

Robert Louis Stevenson

Em Stock



Desconto: 20%
10,40 € 13,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Minha análise da alma, da psique humana, leva-me a crer que o ser humano não é verdadeiramente um, mas verdadeiramente dois. Um deles esforça-se para alcançar tudo que é nobre na vida. É o que chamamos de lado bom. O outro quer expressar impulsos que o prendam às obscuras relações animais com a terra. Esse é o que podemos chamar de mal...” Foi com um trecho do guião da adaptação para o grande écran que Fredric March (1897-1975) recebeu o Oscar de melhor ator pela sua atuação no filme “O Médico e o Monstro” (Dr. Jekyll e Mr. Hyde), em 1932.

Londres, final do século XIX: um misterioso homem que desafia a polícia metropolitana; um advogado em busca de desvendar a real identidade do criminoso. O clima sombrio da capital inglesa contorna a história e dá o tom de mistério, pois mesmo durante o dia, a névoa deixa a cidade escura, transformando os seus habitantes em vultos fantasmagóricos. Escrito em 1886, o contexto histórico do país também é transcrito na trama: o crescente progresso nas pesquisas e nos experimentos científicos, o contraste económico, o centro urbano em estado de caos, a poluição e o aumento da criminalidade. A questão de todos terem em si o Bem, cristalizado em condutas corretas e morais, e o Mal, quando as convenções sociais são abstraídas e os atos condenáveis são cometidos, é um tema atual e aplicável em diversos setores da vida, sendo um dos motivos que torna “O Médico e o Monstro” um dos clássicos imortais da literatura. A atmosfera de suspense é trabalhada extremamente bem e o leitor percebe o tempo todo a escuridão por detrás da história. Afinal, quantas e quantas vezes não temos que lidar com as tantas facetas obscuras daqueles com quem convivemos?

Ler mais

Autor

Robert Louis Stevenson

Robert Louis Stevenson nasceu em Edimburgo a 13 de Novembro de 1850. Cursou Direito - sem que alguma vez tenha chegado a advogar - e, pouco depois, apaixona-se por Fanny Osbourne com quem, apesar das diversas atribulações por que passaram, se viria casar. Anos mais tarde contrai tuberculose e muda-se com a mulher e o enteado para a Suíça, onde vive durante um ano. Regressa à Escócia mas o clima só prejudica ainda mais a sua saúde, obrigando-o a mudar-se novamente, desta vez para o Sul de França. Os anos seguintes foram passados à procura de um clima que não agravasse a sua doença, até que finalmente, em 1892, se fixou com a família em Samoa. Foi aí que morreu no dia 3 de dezembro de 1894, vítima de uma hemorragia cerebral. Foi autor, entre outros, de O Estranho Caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde, e de A Ilha do Tesouro, que o imortalizaram.


Ler mais