Partilhar

Desconto: 10%
12,51 € 13,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Tem um copo de água à mão? Não? Então vá buscar… e vamos a isso! Numa entrevista de emprego: - Qual é a sua maior qualidade? - Sou rapidíssimo a fazer contas de cabeça. - A sério? Quanto é 77 × 269? - 43. - Ui, nem lá perto. - Sim, mas fui rápido. - Vou dormir, amo-te. - Eu também. - Também me amas? - Também vou dormir. - Conheces a piada do palerma que ficou à espera? - Não, diz. - Amanhã conto-te. Dos autores da página de Facebook «O Sagrado Caderno das Piadas Secas», com mais de 190 mil seguidores, esta obra-prima (ou será obra-sobrinha?) reúne 500 tentativas (muito secas) de ter graça. Vai ser de chorar e rir por mais….

Nota: Na compra deste livro tem a oferta do livro 50 Piadas Mais Secas que o Peru de Natal. (Oferta limitada ao stock existente.)

Ler mais

Autor(es)

Pedro Pinto

Desde que a mãe lhe ofereceu uma Mobylette a pedais aos 11 anos, o mundo de Pedro Pinto passou a girar à volta das motos.

Nos anos 1970, iniciou-se nas gincanas e no motocross. Disputou os Campeonatos Nacionais de Velocidade e Motocross em 50cc e 125cc, de 1975 a 1981, ano em que, após um acidente grave, abandona a competição. Foi membro fundador do Moto Clube de Sintra e, a partir de 1986, revitalizou o Vespa Clube de Lisboa, associações que dirigiu durante vários anos; foi também membro fundador da Federação Nacional de Motociclismo, que relançou a modalidade em Portugal. Colecionando desde jovem um variadíssimo leque de memorabilia e documentação sobre o mundo das motos em Portugal, fez também jornalismo nessa área, trabalhando para diversas revistas. Organizou a exposição «As Motos do Século, o Século das Motos» e o respetivo catálogo (2000, Expo 98), a maior mostra sobre a temática feita até hoje entre nós. Escreveu os livros Motos Antigas em Portugal (1995), Motorizadas 50cc Portuguesas (2015) e, na Quetzal, As Motos da Nossa Vida (2020) e 50 Motos Portuguesas Que Não Esquecemos (2021), agora reeditado neste novo formato.


Ler mais

Gonçalo Castro

Ler mais

João Ramalhinho

João Ramalhinho: Nasceu em Almada, em 1991. Em 2014, concluiu um mestrado em Engenharia Biomédica no Instituto Superior Técnico de Lisboa, e, em 2020, foi doutorado em Imagiologia Médica pelo University College London. Vive no Reino Unido, onde trabalha em investigação de técnicas para cirurgia assistida por computadores.

Ler mais