Partilhar

LEON BATTISTA ALBERTI E A ARQUITECTURA ROMANA

Giorgio Grassi

Em Stock



Desconto: 10%
16,20 € 18,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Interessado pela arquitectura mais do que pela própria obra, e na própria obra enquanto meio para o aprofundamento e avanço da arquitectura, Leon Battista Alberti (1404-1472) encara o seu trabalho enquanto momento experimental de um desenho maior, um desenho que se refere à experiência da arquitetura através do tempo; o que lhe permitirá, por exemplo, distinguir o que é necessário do que é secundário no projecto e fazer determinadas escolhas, neste sentido, invulgares.

Com Alberti nasce um novo tipo de arquitecto, um arquitecto-filósofo, um arquitecto-sábio e, por isso, plenamente consciente das dificuldades e das responsabilidades do seu trabalho, contudo, bem distinto dos antigos arquitectos-filósofos, dos antigos arquitectos inventores de cidades e de sistemas sociais.

A Alberti interessa, sobretudo, a cidade como ela é, a cidade ao longo do tempo; e da cidade e da sua história, interessa-lhe aquilo que ainda é palpável, como a cidade antiga que chegou até ele, a cidade e a sua arquitectura, a cidade que, através dos sinais que o tempo foi deixando na sua forma, lhe permite distinguir o que é durável do que é provisório, isto é, o que é importante e, como tal, permanente, daquilo que a acção do tempo vai eliminando.

Ler mais

Autor

Giorgio Grassi

GIORGIO GRASSI, professor de Projecto na Faculdade de Arquitectura do Politécnico de Milão desde 1977, leccionou igualmente na Faculdade de Arquitectura de Pescara, na ETS deValência, na EPF de Lausanne e na ETH de Zurique. É Membro Honorário da BDA (BundDeutscher Architekten) e da Internationale Bauakademie de Berlim. Pelo seu trabalho recebeu o “Prémio de arquitectura da Comunidade Valenciana” (1985), a “Medalha de Ouro Heinrich Tessenow” da Stiftung FVS de Hamburgo (1992), o “Architektur-Preis Berlin” (2003) e o “Prémio de Arquitectura Arpa Fil de Guadalajara, México” (2008). Na sua produção escrita mais recente, destacam-se: Scritti scelti 1965-1999 (Franco Angeli, 2000), Leon Battista Alberti e l’architettura romana (Franco Angeli, 2007) e Una vita da architetto (Franco Angeli, 2008). A sua obra encontra-se publicada em Giorgio Grassi opere e progetti (Electa, 2004), destacando-se, entre as realizações mais conhecidas: a casa do estudante em Chieti (1976-1979), o teatro romano de Sagunto (1985-1992), as bibliotecas de Groningen (1989-1992) eValência (1990-1998), o complexo ABB Roland Ernst na Potsdamer Platz em Berlim (1993-2001) e, finalmente, em Itália, a nova sede da Cassa di Risparmio di Firenze(2004-2008).

Ler mais