Partilhar

Fernão de Magalhães: um agente secreto ao serviço do Rei D. Manuel I de Portugal?

José Mattos e Silva, António Mattos e Silva

2 dias


Desconto: 10%
14,31 € 15,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O navegador português Fernão de Magalhães não terá sido um traidor ao seu país, ao promover uma expedição às Molucas sob a égide do rei de Espanha Carlos I (futuro imperador Carlos V). Pelo contrário, terá sido um agente secreto de D. Manuel I para que Portugal pudesse vir a negociar com a Espanha, em condições mais favoráveis, a aquisição das Molucas, o que viria a acontecer em 1529 (já durante o reinado de D. João III), mediante o Tratado de Saragoça.
Pensava-se, à época, que as Molucas (ilhas ricas em especiarias) estariam localizadas no hemisfério que o Tratado de Tordesilhas reservara para Espanha, pelo que, para Portugal poder propor ao país vizinho a aquisição daquelas ilhas, era essencial que a Espanha as pudesse conhecer directamente, acedendo a elas através dum caminho marítimo situado no hemisfério da sua influência. Foi, assim, Fernão de Magalhães incumbido pelo rei D. Manuel I da missão de efectuar a viagem que daria a conhecer, a Espanha, as ilhas Molucas.

Ler mais

Autor(es)

José Mattos e Silva

Ler mais

António Mattos e Silva

Ler mais