Partilhar

Desconto: 10%
17,55 € 19,50 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Quem quer casar com a formiguinha? Que estranho…!
Uma doninha que foge do banho anual? Vai dar mau resultado…
Um castor que não dorme? Ainda cai à água…
Um rato preso numa ratoeira?! Nem tu sabes como...
Esquilos irritados?! Isso existe?!
Um pato em forma de alvo, ou um alvo em forma de pato?
Se achas que um cavalo-marinho tem uma vida fácil, estás enganado...
E se pensas que as lagartas gostam de se transformar em borboletas, também és capaz de não estar a perceber bem o que isso implica…
Pois… Parece-nos que estás a precisar de ler este livro e acreditamos que nunca mais te vais esquecer destas histórias…

Ler mais

Autor(es)

Maria Teresa Maia Gonzalez

Nasceu em Coimbra, em 1958. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas – Variante de Estudos Franceses e Ingleses – pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa. Foi professora de Português, Inglês e Francês, no ensino particular e público, entre 1982 e 1997, em Alverca do Ribatejo, Manique e Lisboa. Recebeu o Prémio Verbo-Semanário, juntamente com M.ª do Rosário Pedreira, pelo livro O Clube das Chaves entra em Ação, em 1989. Da sua obra constam sobretudo romances juvenis, sendo também da sua autoria histórias infantis, poesia, contos, ficção para adultos e uma coleção juvenil de peças de teatro. Do seu livro mais conhecido, A Lua de Joana (traduzido para 5 línguas), foi feita uma adaptação para teatro por Ana Lúcia Galinha, tendo sido levada à cena pelo grupo Artyaplausos, em Lisboa e noutras cidades do País. Da coleção «O Clube das Chaves», de que é coautora, foi feita uma adaptação para uma séria televisiva com o mesmo título, exibida num canal de televisão nacional e num estrangeiro. Vários livros juvenis da sua autoria foram selecionados para o concurso nacional «Olimpíadas da Leitura», entre eles, Gaspar & Mariana, A Fonte dos Segredos e O Guarda da Praia. Foram publicados alguns contos inéditos da sua autoria nas revistas: Cais, Barata, Família Cristã. Presentemente, colabora mensalmente, com um artigo, na revista Família Cristã. O seu conto «Mãe Aparecida» foi publicado no livro Nossa Senhora na História de Portugal, editado pela Editora Lucerna. Visita regularmente bibliotecas e escolas em todo o País, onde as suas obras são usadas com objetivos pedagógicos, nos vários níveis de ensino. Cerca de 70 títulos desta autora constam atualmente do Plano Nacional de Leitura.

Ler mais

Margarida Fonseca Santos

Ler mais

Rita Vilela

Os habitantes de Mudari, os Mudarekos, são como os humanos. Mas, quando se irritam, acontece algo que nunca se viu no nosso planeta… Uma história, em forma de metáfora, que trabalha um assunto bem relevante no universo infantil: as zangas e as birras. Será que os Mudarekos nos vão ensinar a lidar com elas? Os habitantes de Mudari, os Mudarekos, são como os humanos. Mas, quando se irritam, acontece algo que nunca se viu no nosso Planeta… Uma história, em forma de metáfora, que trabalha um assunto bem relevante no universo infantil: as zangas e as birras. Será que os Mudarekos nos vão ensinar a lidar com elas?

Ler mais

Susana Monteiro

Ler mais