Partilhar

Do Cérebro de Lenine à Proteína Suicida

Luís Bigotte de Almeida

Em Stock



+5% em Cartão Almedina
18,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Será o coração ou o cérebro a sede do pensamento? Os ventrículos cerebrais lançam humores ou espíritos para os nervos? O córtex cerebral é apenas uma estrutura de revestimento? A procura de resposta a estas e outras perguntas perde-se nos séculos. Uma interpretação puramente filosófica da função nervosa, com ideias mágicas ou prodigiosas, foi dando lugar à sua avaliação à luz dos princípios das ciências naturais. A evolução das Neurociências confunde-se com a história das preocupações essenciais do Homem.
O famoso líder soviético Lenine foi, também ele, envolvido a título póstumo neste enorme interesse pelo substrato orgânico do pensamento. O seu cérebro, seccionado em milhares de lâminas, foi extensamente analisado ao microscópio, em busca das marcas celulares do seu génio.
Esta é uma história breve de vários séculos e de centenas de heróis que ao longo de gerações foram investigando os mais recônditos meandros do sistema nervoso, até conseguirem desmascarar as suas entidades patológicas como se de verdadeiros vilões se tratasse.

Ler mais

Autor

Luís Bigotte de Almeida

uís Bigotte de Almeida nasceu na Guarda e vive na capital há mais de meio século. Integrou o último grupo de médicos envia- dos para a Guerra Colonial em Angola e viajou mais tarde para a Suécia, onde fez investigação e se doutorou. Entre mais de uma dezena de obras escritas a divulgar neurociência, ele é autor dos romances Um Lugar Estranho (2014), Um Jantar com Alzeimer (2021) e co-autor de E Foram Mil Enganos (2023)

Ler mais