Partilhar

Diretores Escolares em Ação

Vários

Em Stock


Desconto: 10%
11,16 € 12,40 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A investigação em torno da reintrodução, mais de três décadas depois da Revolução do 25 de Abril de 1974, de um órgão unipessoal de administração e gestão, com a designação de Diretor, é ainda escassa e fragmentada. Decretada em 2008 pelo XVII Governo Constitucional, formado pelo Partido Socialista, a medida foi inicialmente recebida com estranheza e com reações de oposição por parte de alguns partidos políticos e sindicatos, embora fosse já defendida desde a década de 1990 nos programas eleitorais de partidos de direita e centro direita. Transitou-se, de forma generalizada, e sem sobressaltos, da colegialidade para a unipessoalidade da gestão escolar. Não sem a expressão de receios, nem à margem do reconhecimento de retrocessos no processo de democratização das escolas, mas desde cedo, e após os primeiros processos de constituição dos novos órgãos, sob um discurso generalizado que ainda hoje insiste em afirmar que, no essencial, “ficou quase tudo na mesma, só mudou o nome”. Mas é esse o caso ou a questão é mais complexa e exige investigação?

Ler mais

Autor

Vários

Ler mais