Partilhar

Desconto: 10%
12,51 € 13,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Por cada exemplar vendido nos primeiros seis meses após a sua publicação, a editora Minotauro contribuirá com um donativo de 1€ para a APAV | Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

Eve Ensler esperou demasiado tempo por um pedido de desculpas. Abusada sexual e fisicamente pelo pai, Eve Ensler debateu-se deveras com essa traição, desejando um acerto de contas com um homem, morto há muito. Depois de anos de trabalho como ativista anti-violência, ela que não esperaria mais; um pedido de desculpas poderia ser imaginado por ela, para ela. O Pedido de Desculpa, escrito por Eve do ponto de vista do pai, nas palavras que ela desejava ouvir, tenta transformar o abuso que sofreu, com veracidade inabalável, em compaixão e numa visão expansiva para o futuro.

Através de O Pedido de Desculpa, Eve Ensler propõe-se oferecer um novo caminho para si e um possível caminho para os outros, para que os sobreviventes de abuso possam finalmente encontrar um modo de se libertar. E levanta as questões para as quais procura resposta desde que percebeu o impacto que o abuso por parte do pai teve na sua vida: como oferecer uma porta em vez de uma cela trancada? Como passamos da humilhação para a revelação, de restringir o comportamento para mudá-lo, de condenar os perpetradores para chamá-los para o acerto de contas? O que será necessário para os agressores se desculparem genuinamente?

Notável e original, O Pedido de Desculpa é um olhar agudo e acutilante, sobre como, a partir das feridas do abuso, podemos ressurgir e curar. É um texto revolucionário, que pede tudo de cada um de nós: coragem, honestidade e perdão.


Ler mais

Autor

Eve Ensler

Eve Ensler é dramaturga e intérprete, premiada com um Tony, escritora e ativista. É autora do fenómeno internacional, Os Monólogos da Vagina, galardoado com um Obie , publicado em 48 idiomas e apresentado em mais de 140 países. É fundadora do V-Day, o movimento global para acabar com a violência contra mulheres e meninas.

Ler mais