Partilhar

Conduz o Teu Arado Sobre os Ossos dos Mortos

Olga Tokarczuk

Em Stock



Desconto: 10%
17,51 € 19,45 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Vencedora do Prémio Internacional Booker 2018

Vencedora do Prémio Nobel da Literatura 2018

«Uma surpreendente junção de thriller, comédia e tratado político, escrito por uma autora que combina um intelecto extraordinário com uma sensibilidade anárquica.» The Guardian 

Numa remota aldeia polaca, a excêntrica Janina Duszejko, professora reformada, divide os seus dias a traduzir a poesia de William Blake e a observar os sinais da astrologia, fazendo por manter-se afastada das pessoas e próxima dos animais, cuja companhia prefere; mas a pacatez dos seus dias vê-se interrompida quando começam a aparecer mortos vários membros do clube de caça local. Certa de encontrar respostas, Janina decide lançar-se na investigação do caso, chegando a uma estranha teoria que espalhará o terror pela comunidade. 

Sob a máscara de policial noir ou fábula macabra, Conduz o Teu Arado Sobre os Ossos dos Mortos é um romance mordaz e desconcertante que questiona a nossa posição acerca dos direitos dos animais e responsabilidade sobre a natureza, bem como todas as ideias preconcebidas sobre a loucura, a justiça e a tradição. 

«Podia ser uma versão do filme Fargo, reescrita por Thomas Mann.» The Telegraph 

«Uma entre os poucos assinaláveis romancistas europeus a surgirem neste século.» The Economist

Ler mais

Autor

Olga Tokarczuk

Olga Tokarczuk nasceu em Sulechów, uma pequena cidade polaca, em 1962. É celebrada como uma das melhores escritoras europeias da actualidade. É autora de oito romances e de três volumes de contos. Recebeu por duas vezes o mais importante prémio

literário do seu país, o Prémio Nike; em 2018, foi finalista do Prémio Femina Estrangeiro e vencedora do Prémio Internacional Booker, com Viagens. Os seus livros estão traduzidos em mais de trinta línguas. Em 2019, foi distinguida pela Academia Sueca com o Prémio Nobel de Literatura pela sua «imaginação narrativa, que com uma paixão enciclopédica representa o cruzamento de fronteiras como forma de vida».

Ler mais