Partilhar

Desconto: 20%
12,00 € 15,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Este livro analisa os filmes produzidos nas três primeiras décadas do Estado Novo, abordando temas como cinema e propaganda, filmes históricos, cinema e ruralidade, a figura feminina nos filmes da época, cinema e religião, ou filmes sobre o império colonial. A filmografia deste período pode ser mapeada ao longo de um continuum que se estende dos filmes mais abertamente propagandísticos aos que se afastam ou procuram mesmo contestar a hegemonia do salazarismo. Através de uma análise multifacetada destas obras, mais ou menos próximas do regime, emergem não só os traços fulcrais do Estado Novo mas também as suas contradições e fracturas. Os filmes são aqui considerados quer na sua faceta de objectos estéticos, que dialogam com as correntes cinematográficas do seu tempo e exprimem a visão artística dos actores, realizadores e técnicos que neles participaram, quer como criações de uma indústria sujeita aos condicionalismos do estadonovismo, que viu no cinema uma forma de difundir os seus princípios e que, por esta razão, estabeleceu um conjunto de mecanismos para estimular mas também controlar a produção fílmica.

Ler mais

Autor

Patricia Vieira

Ler mais