Partilhar

As Irmãs Soong

Jung Chang

2 dias

Desconto: 10%
19,98 € 22,20 €

Detalhes do Produto

  • Editora: Quetzal
  • Tema: Biografias
  • Ano: 2019
  • ISBN: 9789897225048
  • Subtitulo: A Mais Velha, a Mais Nova e a Vermelha

Sinopse

O regresso da autora de Cisnes Selvagens e da biografia da Imperatriz Viúva Cixi, com uma nova e arrebatadora narrativa sobre três mulheres no coração da China do século XX. Uma grande história de poder, amor, conquista e traição.

Um dos maiores contos de fadas modernos chineses é o das três irmãs de Xangai que, durante quase todo o século XX, estiveram no centro do poder na China. Dizia-se que uma «adorava o dinheiro», outra «adorava o poder» e a terceira «adorava o seu país», mas há muito mais para além destas caricaturas. Enquanto a China passava por um século de guerras, revoluções e transformações sísmicas, cada uma delas desempenhou um papel importante ou mesmo crítico, deixando uma marca indelével na História.

A Irmã Vermelha, Ching-ling, casou-se com Sun Yat-sen, pai fundador da República Chinesa. A Irmã Mais Nova, May-ling, era a senhora Chiang Kai-shek, primeira-dama da China nacionalista pré-comunista e uma figura política por direito próprio. A Irmã Mais Velha, Ei-ling, era a conselheira principal não oficial de Chiang; tornou--se uma das mulheres mais ricas da China e fez do seu marido primeiro-ministro de Chiang.

As três irmãs gozaram de enorme privilégio e glória, mas também sofreram constantes ataques e perigos mortais. Mostraram grande coragem, viveram o amor apaixonado, mas também o desespero e a perda. A relação entre elas tinha uma carga emocional fortíssima.

Uma história de amor, guerra, exílio, intriga, glamour e traição, que nos transporta numa imensa viagem de Cantão ao Havai e a Nova Iorque; dos aquartelamentos de exílio no Japão e em Berlim às salas de encontros secretos em Moscovo; dos complexos da elite comunista em Pequim aos corredores do poder do Taiwan democrático.


Ler mais

Autor

Jung Chang

Jung Chang nasceu a 25 de Março de 1952, em Yibin, na província de Sichuan. Os seus pais eram militantes e dirigentes do Partido Comunista. Aos 14 anos, Jung tornou-se membro da Guarda Vermelha, em plena Revolução Cultural - mas foi por recusar atacar os seus professores e os seus pais, no clima de violência criado por Mao, que se tornou oponente do regime. Em Cisnes Selvagens, Jung trata o modo como Mao perseguia, até à morte, os seus opositores. Deixou a China em 1978, vive em Londres e escreveu (com o seu marido, o historiador Jon Halliday) a mais longa, exaustiva e polémica biografia do dirigente chinês.

Ler mais