Partilhar

Aqui estamos Lado a Lado com Sempre, E Assim Continuaremos. Joaquim Namorado e Mário Dionísio: Correspondência.

ANTÓNIO PEDRO PITA

Em Stock


Desconto: 10%
16,20 € 18,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

A correspondência trocada entre Joaquim Namorado e Mário Dionísio constitui um testemunho singular de meio século de cumplicidade afetiva e de afinidade intelectual.

É um bom exemplo da importância da “correspondência” como meio de sociabilidade: a troca de cartas desenha, pouco a pouco, um espaço de debate, que, apesar de condicionado (os correspondentes sabem que a sua relação é vigiada e dão um ao outro sinais discretos), é particularmente vivo nos anos 40 e 50.

Um aspeto relevante é permitir acompanhar a génese de algumas obras dos dois correspondentes. Reduzida e fragmentária quanto a Joaquim Namorado, cuja obra ficou na sua maior parte inédita ou dispersa, essa reconstituição é mais expressiva no caso de Mário Dionísio. Nas cartas de Joaquim Namorado, ficamos a conhecer a importância central da ideia de “poesia necessária”, referência ou título que o poeta guarda durante vinte anos. Nas cartas de Mário Dionísio podemos acompanhar a surpresa que foi para o próprio escritor o desenvolvimento de todas as dimensões de «A Paleta e o Mundo».

Ler mais

Autor

ANTÓNIO PEDRO PITA

António Pedro Pita, Professor catedrático (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra/Departamento de Filosofia, Comunicação e Informação). Investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX/UC, do qual foi Coordenador Científico. Diretor Científico do Museu do Neo-Realismo (2014-2017). Delegado Regional da Cultura do Centro (2005-2007). Diretor Regional de Cultura do Centro (2007-2011). Presidente da Direção da Associação de Professores de Filosofia (1988-1992; 1998-2000). Trabalha nas áreas da filosofia (estética e filosofia política) e da cultura contemporânea.

Ler mais