Partilhar

Desconto: 10%
4,41 € 4,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O jornalismo deve servir como um vigilante do Poder e o papel do jornalista é fazer o seu trabalho com responsabilidade social, sempre comprometido com a verdade e independente dos poderes políticos. Mas como se comportam as altas figuras da política e da economia, quando confrontadas publicamente com as decisões tomadas? E como reagem os governos quando sentem a sua política ameaçada? Serão os protagonistas nacionais capazes de aceitar críticas, falar com transparência a quem os elege e apoia, sem medo de parecer pessoas comuns? Judite Sousa é jornalista há cerca de 30 anos e na sua carreira na televisão já fez reportagens em cenários de guerra, entrevistou centenas de políticos, moderou debates televisivos que terão influenciado resultados eleitorais. Da sua vasta experiência nasceu esta reflexão sobre o papel dos jornalistas na formação da opinião pública e sobre o seu poder de confrontar os líderes e contribuir para um Portugal informado e com capacidade de pensar o país. A autora serve-se de vários episódios da recente história mundial para nos fazer reflectir sobre a realidade dos poderes, sempre com os olhos na sua verdadeira missão como jornalista: o único caminho possível é a verdade.


Ler mais

Autor

Judite Sousa

Judite Sousa é uma das jornalistas mais conhecidas e reconhecidas de Portugal, tendo apresentado vários programas de informação e análise política e estado presente, como enviada especial, em alguns dos acontecimentos mais marcantes dos últimos 20 anos. Esteve presente em alguns dos principais acontecimentos da História recente. Cobriu as campanhas, e as primeiras vitórias, de Barack Obama e Emmanuel Macron, assistiu ao genocídio do Ruanda, foi enviada especial à Guerra da Bósnia (trabalho que lhe valeu o Prémio Bordalo de Jornalismo) e, entre tantas outras reportagens, esteve no Paquistão após os ataques do 11 de Setembro e em Madrid logo depois dos atentados de Atocha.
Começou a sua carreira na RTP, onde se destacou como apresentadora da Grande Entrevista, e veio depois a tornar-se um dos rostos da TVI, na qual desempenha o cargo de diretora-adjunta de Informação. Em 2005, foi-lhe atribuído o grau de Comendadora da Ordem de Mérito. Além de jornalista, foi docente do ISCEM e é autora de nove livros, sobre temas vários, desde a reportagem, à entrevista e à ficção.

Ler mais