Partilhar

A Perseguição aos Judeus e Muçulmanos de Portugal - D. Manuel I e o Fim da Tolerância Religiosa (1496-1497)

Lugar da História

François Soyer

Disponibilidade Imediata

Desconto: 10%
20,61 € 22,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Em 1496-7, D. Manuel I forçou os judeus a converter-se ao cristianismo e expulsou todos os súbditos muçulmanos. Portugal foi o primeiro reino da Península Ibérica a acabar definitivamente com a coexistência judaico-cristã-muçulmana, criando assim um reino exclusivamente cristão. Tendo por base narrativas e fontes documentais em português, espanhol e hebraico, François Soyer colige as circunstâncias que culminaram nos acontecimentos de 1496-7 e apresenta uma reconstrução detalhada da perseguição aos judeus. São contestadas visões amplamente aceites sobre o impacto da chegada a Portugal dos judeus expulsos de Castela em 1492, a disputa diplomática que levou à conversão forçada dos judeus portugueses em 1497 e as causas da expulsão da minoria muçulmana. Este livro trata, pois, o momento crucial da história portuguesa em que a tolerância religiosa deixou de ser parte integrante da política régia. Por esta razão, a circunstância marca uma viragem da política oficial que circunscreve para sempre a nossa cultura à cristandade. É então através da combinação da escolha indefectível desta orientação religiosa com uma intolerância até então estranha à nossa cultura que nasce no nosso imaginário uma perplexidade e um interesse por esta decisão histórica.

Ler mais

Autor

François Soyer

François Soyer, Ph.D. (2007, Universidade de Cambridge), é membro da Royal Historical Society (Reino Unido). Atualmente é professor de História Moderna em Southampton (Reino Unido) e pesquisador bolseiro do Centre of Excellence for the History of Emotions do Australian Research Council na Universidade de Adelaide (Austrália). A sua investigação tem-se centrado nas minorias religiosas e Inquisição em Portugal e Espanha no período medieval e renascentista, tópicos sobre os quais tem vindo a publicar.

Ler mais