Partilhar

Os Jardins de Luz

Amin Maalouf

Em Stock


Desconto: 20%
14,80 € 18,50 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Vim do país de Babel», dizia ele, «para fazer ecoar um grito através do mundo.» Durante muitos anos, o seu grito foi ouvido. No Egito, chamavam-lhe o Apóstolo de Jesus; na China,cognominavam-no o Buda de Luz; a sua esperança florescia à beira dos três oceanos. Porém, rapidamente surgiu o ódio, surgiu o encarniçamento. Os príncipes deste mundo amaldiçoaram-nos; tornou-se para eles o «demónio mentiroso», o «recipiente repleto de mal» e, no seu humor cáustico, o «maníaco»; a voz dele, «um pérfido encantamento»; a sua mensagem, «a ignóbil superstição», «a pestilencial heresia». Depois, as fogueiras cumpriram a sua missão, consumindo num mesmo fogo tenebroso os seus escritos, os mais perfeitos dos seus discípulos, e essas mulheres altivas que se recusavam a cuspir sobre o seu nome.

Ler mais

Autor

Amin Maalouf

(Líbano, 1949) É um prestigiado escritor francês e, desde 2011, membro da Academia Francesa (onde foi preencher a vaga deixada pela morte de Lévi-Strauss). Dedicou grande parte da sua produção ao romance – com vários títulos publicados e especial apetência predileção pelo romance histórico –, entre os quais se destacam Leão, o Africano, Samarcanda ou o Périplo de Baldassare. O romance Le rocher de Tanios valeu-lhe o Prémio Goncourt em 1993. Mas também se aventura pelo ensaio: As Cruzadas Vistas pelos Árabes (1983, Prémio Maisons de la Press), Identidades Assassinas (1998) ou Um Mundo sem Regras (2009). Além disso, foi jornalista e chefe de redação da Jeune Afrique, embora se tenha iniciado no An-Nahar, em Beirute, em 1975, antes de se mudar para Paris. Em 2010 recebeu o Prémio Príncipe das Astúrias pela sua obra.

Ler mais