Partilhar

O Mundo Sem Fim

Jean Marc Jancovici

Em Stock



Desconto: 20%
28,01 € 35,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

As alterações climáticas estão na ordem do dia. O desenvolvimento tecnológico pós-revolução industrial provocou uma corrida incessante às fontes de energia. A exploração desenfreada dessas fontes energéticas, que a princípio pareciam aparentemente inesgotáveis depressa se revelou nociva para o nosso planeta, sendo nomeadamente responsável pelo aumento do efeito de estufa. Uma abordagem científica, rigorosa e precisa, apoiada numa argumentação densa e documentada. Dos desafios económicos às consequências climáticas, Jean-Marc Jancovici e Christophe Blain referem quais têm sido as opções energéticas que têm servido de base ao crescimento mundial. Apresentando as vantagens e desvantagens de cada uma delas através de diversos métodos e metáforas, fazemos questionar as alternativas. Publicado no final do ano de 2021 em França, O MUNDO SEM FIM foi o livro mais vendido (de todos os géneros, incluindo literatura) em 2022, ultrapassando actualmente o número de 1 milhão de exemplares vendidos em França.


Ler mais

Autor

Jean Marc Jancovici

"Jean Marc-Jacnvici: Nascido em França, é sócio co-fundador da empresa Carbone 4, uma consultora especializada em questões ligadas às alterações climáticas e presidente do think tank The Shift Project. É ainda professor na Escola Nacional Superior de Minas de Paris (a Mines Paris Tech), e conferencista. É autor ou co-autor de vários livros. Formado na Escola Politécnica em 1984 e na Escola Superior de Telecomunicações de Paris em 1986, JeanMarc Jancovici é considerado o especialista incontornável em matéria de energia e de clima. Christophe Blain: Nasceu em França, em 1970. Depois de ter estudado na Escola de Artes Gráficas de Paris e de ter frequentado o curso de Arte Contemporânea da Faculdade de Belas Artes de Cherbourg, é, em 1992, incorporado na marinha. Antes de embarcar a bordo da fragata Tourville, mune-se dos seus objectos pessoais mais preciosos: uma caixa de aguarelas, pinceis e cadernos de desenho. Dia após dia, desenha tudo o que vê, oferecendo-nos em “Carnet d'un matelot” (1994, Albin Michel), a sua primeira obra, um testemunho único da vida a bordo de um navio de guerra. Em 1997, publica ""La Révolte d'Hop-Frog"" (Dargaud), com argumento de David B. Além de diversos trabalhos com este argumentista, Blain colabora com Lewis Throndheim e Joann Sfar em álbuns da famosa série Donjon. Em 2001 publica a série “Isaac, o Pirata”. Seguem-se outras obras como a série “Gus” (Gradiva), na qual se realça a mestria de Blain também como argumentista, ou, em 2020 e ainda com Sfar, a nova série de “Uma Aventura do Tenente Blueberry” (A Seita). Para além de outros prémios, com destaque para um Eisner, recebeu por duas vezes o Prémio de Melhor álbum no Festival Internacional de Banda Desenhada de Angoulême (2002 e 2013). "

Ler mais