Partilhar

Desta vez é diferente - Oito séculos de loucura financeira

Extra Coleção

Carmen Reinhart, Kenneth Rogoff

Em Stock


Prefácio de Vítor Gaspar


Desconto: 50%
11,95 € 23,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Com base numa vasta quantidade de informação compilada numa imensa base de dados (os dados abrangem a África, a Ásia, a Europa, a América Latina, a América do Norte e a Oceania, cobrem 66 países ao todo e incluem ainda dados específicos para muitos outros), os autores puderam analisar, de uma forma mais ampla e de longa duração, os diversos episódios de vários tipos de crises financeiras. Estas incluem incumprimentos soberanos (quando um governo não pode satisfazer os compromissos de pagamento a que está obrigado pelas suas dívidas externa ou interna, ou ambas); as crises bancárias, como as que o mundo viveu em catadupa no final da primeira década deste milénio, quando uma nação descobre que grande parte da banca se tornou insolvente, depois de perdas pesadas em investimentos, de pânicos bancários, ou ambos; e, por fim, as crises de taxa de câmbio, como as que assolaram a Ásia, a Europa e a América Latina nos anos 90.
Nesta análise quantitativa emerge um padrão. Nas palavras dos autores: «Já aqui estivemos antes. Por muito diferente que pareça sempre o último furor ou crise financeira, há normalmente semelhanças notórias com a experiência passada de outros países e da história. Reconhecer estas analogias e precedentes é um passo essencial para aperfeiçoar o sistema financeiro global, quer reduzindo o risco de crises futuras, quer lidando melhor com as catástrofes, quando elas acontecem».

Ler mais

Amostra

Autor(es)

Carmen Reinhart

Doutorada pela Universidade de Colúmbia, dá aulas sobre o Sistema Financeiro Internacional na Harvard Kennedy School. Antes fora professora de Economia no Instituto Peterson de Economia Internacional e no Centro de Economia Internacional na Universidade do Maryland. Na década de 80 foi economista-chefe e vice-presidente no banco de investimento Bear Stearns, onde se interessou pelas crises financeiras e pelo contágio internacional. Posteriormente, esteve alguns anos no Fundo Monetário Internacional. Além disso, é investigadora associada do National Bureau of Economic Research, investigadora do Centre for Economic Policy Research e membro do Council on Foreign Relations. Integrou diversos conselhos editoriais e já participou em vários painéis científicos, tendo escrito e publicado trabalhos sobre macroeconomia, finanças e comércio internacionais, fluxos de capital, taxas de câmbios e crises da dívida.

Ler mais

Kenneth Rogoff

Professor de Políticas Públicas e de Economia na Universidade de Harvard. De 2001-2003, foi economista- chefe e diretor de investigação no Fundo Monetário Internacional. É membro eleito da Academia das Ciências norte-americana e da Academia Americana das Artes e Ciências, e integra o Grupo dos Trinta, uma organização, sem fins lucrativos, de consultoria em questões económicas e de política internacional que reúne os principais economistas do mundo, governadores de bancos centrais, da Reserva Federal e do BCE, entre outros. Kenneth Rogoff pertence ao conselho económico consultivo do Banco da Reserva Federal de Nova Iorque. Presença habitual em conferências e colóquios sobre economia e finanças, é também autor de diversas obras e artigos sobre questões macroeconómicas. Em 2011 recebeu o Prémio Deutsche Bank. Tem o título de grão- -mestre internacional de xadrez.

Ler mais