Partilhar

Brotéria 198 - 4, abril 2024

Vários

Em Stock



8,00 €

Sinopse

50 ANOS, O 25 DE ABRIL E NÓS
António Barreto

O movimento do 25 de Abril não fundou a democracia, nem estabeleceu os principais parâmetros de organização da sociedade e do Estado. Derrubou os poderes ilegítimos, permitiu a liberdade, derrubou obstáculos e barreiras à decisão popular e garantiu o respeito pelas escolhas da população. Não é possível, nem interessante, responsabilizar o 25 de Abril por tudo quanto ocorreu desde então. Nem sequer avaliar esse acontecimento através de uma análise do que se passou depois. É verdade que, muitas vezes, o início marca o caminho e a chegada. Mas, na evolução histórica, os factos são diferentes. Os cidadãos portugueses adquiriram, desde então, direitos e meios que lhes permitiram escolher e decidir o que pretendiam. As decisões tomadas não dependem do 25 de Abril, mas, sem aquela data, não tinham sido possíveis.
A IMAGEM E A DEMOCRACIA
João Sarmento SJ

ISRAEL–PALESTINA: NÃO HÁ PAZ SEM SEGURANÇA E SEM LIBERDADE
Ana Gomes

LIBERDADES DE ABRIL E LIBERDADES DA IGREJA
Domingos Monteiro da Costa SJ

"REPENSAR PORTUGAL", 50 ANOS DEPOIS
Guilherme d'Oliveira Martins

REPARAÇÃO COMO IMPERATIVO
Bruno Nobre SJ

O 25 DE ABRIL E A HISTORIOGRAFIA
Avelino de Freitas de Meneses

MORTE LIBERTADORA OU LIBERDADE PARA MORRER?
José Pedro Angélico

Ler mais

Autor

Vários

.

Ler mais