Rachilde

Marguerite Vallette-Eymery (Périgueux, 11 de fevereiro de 1860 - Paris, 4 de abril de 1953) ficou conhecida pelo pseudónimo de Rachilde.
Representante do decadentismo francês, criou para si mesma, além de um pseudónimo, um passado e uma genealogia fantasiosa: identificava-se, por exemplo, com lobos, dando a entender que havia sido criada entre as feras; vestia-se com roupas masculinas, apresentando-se, inclusive, como "homem de letras". A sua obra mais conhecida, Monsieur Vénus (1884), trata da relação de uma mulher aristocrata e dominante com um florista efeminado. Publicou boa parte das suas obras no jornal Mercure de France, fundado e dirigido pelo seu marido, Alfred Valette.


  • Filtrar por:

Não encontrou o que procura ?

Utilize o nosso formulário de Pedido de Livros