Partilhar

Asilo Político em Tempos de Salazar: os casos de Humberto Delgado e Henrique Galvão

Extra Coleção

Luís Bigotte Chorão

Disponibilidade Imediata

Desconto: 10%
17,90 € 19,90 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Henrique Galvão e Humberto Delgado foram figuras extremamente populares durante o Estado Novo, nos meios oposicionistas não afetos ao Partido Comunista Português. Adversários destemidos do regime salazarista, viram-se ambos obrigados a pedir asilo político em circunstâncias que merecem a recuperação da memória histórica que este livro lhes concede. Enquanto Humberto Delgado o fez a 12 de janeiro 1959, na embaixada do Brasil, em Lisboa, Henrique Galvão formulou um pedido semelhante a 17 de fevereiro do mesmo ano, na representação diplomática da Argentina. Os dois pedidos de asilo transformaram-se rapidamente em acontecimentos políticos de primeira linha, com uma projeção internacional surpreendente. Em causa estavam duas personalidades que exaltavam, por maus motivos, os meios diplomáticos e a opinião pública. Enquanto o general Humberto Delgado tinha acabado de sair de um confronto violento com o regime, o capitão Henrique Galvão arrastava-se por inúmeras prisões ao longo de sete anos. Luís Bigotte Chorão reflete, assim, sobre um tempo de alta tensão política na história do século.

Ler mais

Autor

Luís Bigotte Chorão

Luís Bigotte Chorão é jurista (advogado) e historiador. Mestre em Direito pela Universidade de Lisboa, doutorou-se em letras (História) na Universidade de Coimbra com uma tese que deu origem ao livro A Crise da República e a Ditadura Militar (Sextante, 2010). É autor, entre outros estudos, de O Periodismo Jurídico Português do Século XIX (Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 2002), de Política e Justiça na I República (Letra Livre, 2011, 2018), de Para uma História da Repressão do Anarquismo em Portugal no Século XIX (Letra Livre, 2015) e co-organizador de Península Ibérica – Nações e transnacionalidade entre dois séculos (XIX e XX) (Edições Humus, 2018). Membro do Ceis20 da Universidade de Coimbra e do Instituto Jurídico Interdisciplinar da Faculdade de Direito da Universidade de Porto, é diretor-adjunto da revista O Direito.

Ler mais