Partilhar

Desconto: 20%
20,00 € 25,01 €

Detalhes do Produto

Sinopse

“As Escolhidas são mulheres a quem a dureza do meio, a procriação, a manutenção do lume, a guarda da memória e as clarabóias dos quartos obscuros outorgaram uma vida legível nos traços dos seus rostos. Habitualmente falam pouco. Observam com perspicácia cada interlocutor. Raramente se queixam. Conhecem de cor os feitios da terra desde as geadas dos lameiros à secura das searas. E assim, há muitos anos, cumprem os mesmos ciclos que lhes trazem o nascimento das crias, o milho para as arcas e o azeite às talhas. […]
São estas mulheres que Graça Morais nos propõe à observação em tamanho e expressões naturais. Um conjunto de singularidades no primeiro plano da sua história difusa. Todos os que conhecem a terra saberão reconhecê-las como a melhor expressão das samaritanas da natureza, apesar dos seus gestos, repetidos e em desuso e que parecem actualmente ameaçados de inutilização.
[…] Sem redundâncias plásticas e numa genuína empatia, comete uma quase ousadia, a de as apresentar a uma cidade acelerada. Não se engalanaram disfarces. O que aqui vemos são pessoas reais e nas tarefas ancestrais que a curva das suas mãos testemunha. É certo que ganharam aqui um sentido épico na sua evidência inequívoca. Mas isso deve-se à comprometida sensibilidade da pintora que cada vez mais procura à sua volta uma parte fundamental de si mesma. Como a natureza esconde para mostrar, ou melhor, mostra para esconder. Como a natureza cumpre em cada folha a totalidade e a diferença de cada copa. E não será a isto que há séculos se chama arte?”
Manuel Hermínio Monteiro (excertos da introdução ao livro).

Ler mais

Autor

Graça Morais

Ler mais