Partilhar

A Repetição

Soren Kierkegaard

Disponibilidade Imediata

Desconto: 20%
10,49 € 13,12 €

Detalhes do Produto

Sinopse

«Há, no entanto, um último vector da categoria de repetição que importa salientar. Constantin Constantius diz: “A repetição é a realidade, e é a seriedade da existência. Aquele que quer a repetição amadureceu em seriedade. Esta é a minha declaração de voto.” E numa outra passagem acrescenta: “a repetição é o lema em qualquer intuição ética; a repetição é conditio sine qua non para todo e qualquer problema dogmático.”
“Lema” e “declaração de voto” são actos linguísticos que surgem aqui a balizar o interesse ético da repetição. “O lema” — “Løsnet”, que também tem o significado de “senha”, no sentido de palavra de passe — indica ou uma orientação ou o factor que franqueia a entrada num domínio reservado: ou seja, a repetição é a orientação fundamental, que há que não perder de vista, para a súbita decisão da escolha ética, que em Kierkegaard é antes de mais escolha de si próprio; e é ao mesmo tempo a chave que abre o terreno do ético.»

Ler mais

Autor

Soren Kierkegaard

Filósofo religioso e crítico do racionalismo, é considerado o fundador do existencialismo, que se assumiu como uma das mais profundas e renovadoras correntes filosóficas do século XX. Dinamarquês, nasceu em Copenhaga em 1813 e morreu nesta cidade em 1855. Segundo Kierkegaard, o homem tem que renunciar a si mesmo para superar as limitações que a realidade lhe impõe e assim aceder ao transcendente, a Deus e à verdadeira individualidade. Neste sentido, realçou o existir concreto de um homem que anseia pela transcendência, focando, consequentemente, os sentimentos de angústia e desespero inerentes a tal condição.

Ler mais