Partilhar

No Impudor do Olhar

Anónimo, Octave Lothar

Em Stock

(tradução, advertência e notas)


Desconto: 10%
10,80 € 12,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Eis um romance erótico de autor anónimo. No texto de abertura, Octave Lothar, um desconhecido, narra as circunstâncias em que descobriu e traduziu as cartas que formam o corpo deste livro e traçam o fio da acção. A narrativa diz respeito a um serralho sultânico do Oriente Médio, em época não mencionada mas que deverá situar-se nos últimos anos do século XIX ou no começo do século XX. As doze cartas, enviadas ao longo de quase um ano, são escritas por Denise - uma francesa ao serviço do harém de um sultão - ao seu amado Pierre, que se encontra em França e cujas respostas se perdem.

«Fui contratada para actuar aqui como Grande kehaya, governanta geral, superintendente de tudo quanto se ligue ao desejo carnal e à sua contenção — porque esse desejo infiltra-se, como duvidar, em todas essas mulheres fechadas no palácio, desde o mais abismoso ponto dos seus corpos à mais ténue fantasia dos seus pensamentos.»

«Dar-te a ver os frutos do voyeurismo a que sou coagida é sinal certo, evidente de amor - como se, vendo aqui tudo quanto sabes, sentisse que te dou a ver e contigo partilho, abismando-as em ti, as cenas vividas da vida do Serralho que perante mim desfilam. Tal é o sentido assumido destas cartas e a essência amorosa que as impregna.»

Ler mais

Autor(es)

Anónimo

Ler mais

Octave Lothar

Ler mais