Nanda Borghetti

Nanda nasceu em Porto Alegre ‑ Brasil ‑ no ano de 1975. Com 5 anos de idade, ingressou para o Colégio Anchieta (conceituado colégio jesuíta) onde, em 1992, concluiu o ensino fundamental. A pedagogia inaciana, forte em valores humanistas e filosóficos, foi determinante na construção da sua personalidade. Pode‑se dizer que foi o alicerce fundamental para que a autora assumisse uma postura de participação ativa perante as questões de ordem social com as quais não concorda, por considerar injustas ou desumanas.

Cresceu contestatária e desde muito cedo já mostrava interesse em participar ativamente na construção de um mundo mais inclusivo e dignificante.

Em 1993 ingressou para a Faculdade de Comunicação Social. Em 1997 concluiu a Licenciatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – FAMECOS – PUCRS e, um ano mais tarde, veio para Portugal, terra que a acolheu de tal forma que, mesmo não sendo o seu berço, tornou‑se ninho. Em Portugal, investiu em formações complementares tais como: Filosofia para Crianças, Educação de Adultos, Pós‑Graduação em Educação Social e Comunitária, além de outros cursos mais ligeiros em outras áreas do saber.

Em Torres Novas, terra que a recebeu no auge da jovialidade e idealismo, encontrou inspiração para escrever e dinamizar projetos que vão ao encontro do que acredita ser um dever cívico e revolucionário, de contribuir para a transformação do mundo num lugar melhor.

Atualmente, além de participar em diversos programas educacionais dirigidos especialmente para crianças e jovens, também escreve. Publicou três novelas: O Berço de Aisha, Tales e o Efeito Borboleta e O Cortejo da Inocência. Agora, estreia‑se com esta publicação para os mais jovens. Dois contos infantis num único livro: Benjamim e Piatã e Jerusa, a intrusa, histórias de amor ao próximo e respeito pela natureza.


  • Filtrar por:

Não encontrou o que procura ?

Utilize o nosso formulário de Pedido de Livros