Partilhar

Desconto: 10%
23,85 € 26,50 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Desde há anos que se ouve dizer que a disciplina de enfermagem é complexa e requer uma formação de nível universitário. No entanto, os políticos, tal como uma grande parte da opinião pública, continuando prisioneiros das representações criadas entre os séculos XIX e XX, têm dificuldade em perceber em que consiste exatamente a profissão. Assim, é difícil imaginar o que faz e sabe um profissional de enfermagem, para lá dos clichés, das simplificações excessivas e das representações simplistas. Um modelo não se aplica: toma-se como referência! Com a mudança de paradigma efetuada pelo modelo apresentado nesta obra, passamos das teorias de cuidados clássicas a uma teoria muito mais complexa e chegamos aos não-ditos dos cuidados institucionais.
Michel Nadot propõe-se explicar aqui em que consiste o papel intercultural do profissional de enfermagem e aquilo que ele tem de essencial, apoiando-se no modelo de intercultural que construiu. Já Frédérique Busset explica como desenvolve o meio de formar os profissionais de enfermagem de acordo com este modelo, ao passo que Jacqueline Gross demonstra a importância desta nova conceção para os profissionais.

Ler mais

Autor(es)

Michel Nadot

Ler mais

Jacqueline Gross

Ler mais

Frédérique Busset

Ler mais