Envio gratuito para encomendas superiores a 35€, excepto envios à cobrança e envios internacionais.
As Amantes dos Reis de Portugal

As Amantes dos Reis de Portugal

Vários

Sujeito a confirmação por parte da editora

-10%

€24.00
€21.60

Detalhe do Produto

Editora: Esfera dos Livros
Tema: História
Ano de Edição: 2011
ISBN: 9789896261368

Tipo de Capa: Brochada
Número de Páginas: 396

Sinopse

De D. Afonso Henriques, o primeiro monarca a ter amantes, a D. Dinis, um rei de grande fogosidade, a D. João V, conhecido pelas suas aventuras amorosas dentro do convento de Odivelas, a D. José e à relação com Teresa de Távora, da qual até a rainha tinha conhecimento, a D. Pedro IV, que se deixou contagiar pelos amores em terras de Vera Cruz, ou a D. Carlos que se interessava mais pelas questões da carne do que pela governação. Por detrás da história oficial dos reis portugueses e dos seus casamentos de Estado com princesas de toda a Europa, esconde-se uma história de paixões arrebatadoras, filhos ilegítimos e amores ilícitos que nunca foi contada. Damas da rainha, prostitutas, barregãs, negras, escravas, cantoras líricas, actrizes, mulheres do povo ou senhoras da alta burguesia, todas competiam pela atenção e pelos favores do rei. Se madame Pompadour ganhou estatuto de amante na corte francesa do rei Luís XV com as regalias que daí lhe advinham, poucas são as amantes dos reis portugueses que ficaram conhecidas na História....

Ler Mais

Sugestões Relacionadas

Mais vendidos em História

Salvo indicação em contrário, os descontos e campanhas apresentados são válidos para o dia 12-12-2018.

Sede Almedina

Rua Fernandes Tomás, n. º 76-80
3000-164 Coimbra

239 436 266

Livraria Almedina Grupo Almedina Almedina Livrarias Almedina

Newsletter


Ao aceitar está a concordar com a utilização dos seus dados pessoais para receber, por email, comunicações como newsletters, notícias, campanhas especiais e divulgação de produtos e serviços organizados ou comercializados pelo Grupo Almedina, nos termos da nossa Política de Privacidade que declara ter consultado previamente.