Partilhar

O Senhor Cavalo-Marinho

Eric Carle

Indisponível



Desconto: 10%
13,50 € 15,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

O Sr. e a Sra. Cavalo-Marinho nadavam calmamente nomar, quando a Sra. Cavalo-Marinho começou a torcersee a rebolar-se de um lado para o outro.
– Chegou a altura de pôr os ovos – disse ela.
– Posso ajudar-te? – perguntou o Sr. Cavalo-Marinho.
– Oh, sim. Obrigada! – disse a Sra. Cavalo-Marinho.
Então ela pôs os ovos numa bolsa que havia na barrigado Sr. Cavalo-Marinho…

Na maior parte das famílias de peixes, depois de a mãe pôr os ovos e deo pai os fertelizar, ninguém fica de guarda aos ovos. Mas há excepções,como o cavalo-marinho, o peixe-espinho, a tilápia, o kurtus gulliveri, opeixe-cachimbo, o peixe-gato e outros quantos. Nesses casos, não só umdos progenitores fica a tomar conta dos ovos, com grande esmero, como– surpresa das surpresas – esse progenitor é o pai. Por estranho quepareça, isto é mesmo verdade: acontecem de facto coisas maravilhosasno fundo do mar. E esta é a história desta obra, através do ponto de vistae do percurso do Sr. Cavalo-Marinho.

Ler mais

Autor

Eric Carle

Eric Carle (Siracusa, Nova Iorque, 1929): Autor de mais de 70 livros, Eric Carle começou a ilustrar em 1967, depois de trabalhar numa agência publicitária. Estudou na prestigiada escola de arte Akademie der Bildenden Künste, na Alemanha, país onde residiu na sua infância. Regressou aos EUA em 1952, onde trabalhou como designer gráfico no «The New York Times». Ao primeiro livro de sua completa autoria «1,2,3, to the Zoo» (1968), seguiu-se o famoso «The Very Hungry Caterpillar». Foi galardoado com os prémios da Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha, da Associação de Livreiros Infantis e da Associação Americana de Bibliotecas. Eric Carle afirmou: «Creio que a passagem de casa para a escola é o segundo maior trauma da infância; o primeiro, certamente, é nascer. Em ambos os casos trocamos um ambiente caloroso e protetor por outro desconhecido. Acredito que as crianças são criativas por natureza e capazes de aprender. Nos meus livros tento minimizar esse temor, substituí-lo por uma mensagem positiva. Quero mostrar-lhes que aprender é realmente fascinante e divertido.»

Ler mais