ENVIOS GRÁTIS - Para compras de 20/11 a 16/12. Devolução prolongada até 30/01/2021. Ver condições

Partilhar

Desconto: 20%
11,51 € 14,39 €

Detalhes do Produto

Sinopse

Neste conjunto de ficções publicado em 1949 (acrescido de quatro textos na edição de 1952), encontramos os motivos borgesianos recorrentes: o tempo, o infinito, a imortalidade, a identidade, o duplo, a perplexidade metafísica.
Descoberto na cave de um casarão devoluto, o aleph - que dá título ao último conto e ao livro - é “uma pequena esfera de cor tornesol, de um fulgor quase intolerável”, o ponto no universo a partir do qual se vê a totalidade do universo, em simultâneo e sob todos os ângulos.
Borges tê-lo-á definido com a comparação: "o que a eternidade é para o tempo, o aleph é para o espaço".

Ler mais

Autor

Jorge Luis Borges

Jorge Luis Borges (Buenos Aires, 24 de Agosto de 1899 - Genebra, 14 de Junho de 1986) é um dos maiores escritores do nosso século. Por isso, ou apesar disso, nunca recebeu o Nobel, declarando, em 1980: "Não me atribuírem o Prémio Nobel converteu-se numa tradição escandinava; desde que nasci - no dia 24 de Agosto de 1899 - que não mo dão."

Ler mais