Sérgio Condeço

Sérgio Condeço nasceu no Estoril, mas cedo foi para Moçambique, onde viveu a infância mais feliz. Recorda-se das chuvas torrenciais e do cheiro da terra molhada, das gargalhadas da sua mãe e do seu humor criativo. Era uma excelente fotógrafa e com ela experimentou os seus primeiros desenhos e fotografias.

Estudou Design têxtil no Porto, mas nunca sentiu gostar de nada para além de desenhar e imaginar a vida com fantasia e muitas cores. Por isso, decidiu dedicar-se à ilustração. Cada livro ilustrado é uma descoberta, um desafio onde o medo chega primeiro que a determinação. Todos os dias quando chega ao ateliê na sua vespa cor de laranja, abre a porta e pensa que nunca irá crescer verdadeiramente.

Participa em vários festivais de ilustração, exposições coletivas e individuais. Já ilustrou mais de uma dezena de livros, incluindo Porque não dormem os gatos?, A menina que queria desenhar o mundo e Quando for grande quero ser criança, O Som das coisas leves quando caem, todos na Nuvem de Letras. Com este último conquistou uma distinção no prestigiado Caminhos de Leitura 2022.


  • Filtrar por: