Partilhar

Desconto: 10%
26,10 € 29,00 €

Detalhes do Produto

Sinopse

E se lhe dissessem que Freud é uma fraude?

Complexo de Édipo, interpretação dos sonhos, teoria do inconsciente, psicanálise — todo o pensamento de Freud seduziu e impregnou a nossa cultura, com o mesmo poder de uma religião. Michel Onfray, o filósofo francês mais popular e controverso da actualidade, dedica-se neste livro a rebater os fundamentos da psicanálise e, em particular, do freudianismo.

Freud, não só não seguia métodos científicos, como não curou nenhum dos seus pacientes, nem libertou a sexualidade. Isto defende Michel Onfray, que apresenta a psicanálise como a aventura autobiográfica de um homem que procurou transformar as suas necessidades e frustrações em fundamentos científicos.

Publicado em França com um enorme sucesso junto do público e recebido com uma apaixonada controvérsia, Anti-Freud revela Michel Onfray em todo o seu esplendor, como o pensador da actualidade que mais contribui para desconstruir os grandes mitos do nosso tempo.

Ler mais

Autor

Michel Onfray

Michel Onfray (1959) nasceu na Normandia e passou parte da sua infância num orfanato, tendo recebido instrução numa escola católica, «essa fornalha viciosa», como mais tarde lhe chamou. Doutorou-se em Filosofia e enveredou pela carreira docente. Foi  professor do secundário no liceu técnico de Caen até 2002, altura em que renuncia ao ensino público para criar a Universidade Popular de Caen, com o propósito de ali ensinar uma «contra-história» da filosofia. Autor de inúmeros livros, Michel Onfray desenvolveu uma teoria do hedonismo que propõe a reconciliação do homem com o seu corpo, uma máquina sensual, e uma ética fundada na estética. Admirador de Nietzsche, define-se como «freudo-marxista». Ostenta um ateísmo sem concessões e considera que o cristianismo é indefensável. 

Ler mais